Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/4824
Título: A criminalidade transnacional, os Açores e a segurança da União Europeia
Autor: Cabral, Mónica de Jesus Barbosa Correia
Orientador: Andrade, Luís Manuel Vieira de
Palavras-chave: Crime Organizado
Fronteira Marítima
Globalização
Narcotráfico
Segurança
Açores
União Europeia
Frontier
Narcotrafficking
Transnational Organized Crime
Data de Defesa: 16-Jul-2018
Citação: Cabral, Mónica de Jesus Barbosa Correia. "A criminalidade transnacional, os Açores e a segurança da União Europeia". 2018. 130 p.. (Dissertação de Mestrado em Relações Internacionais). Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2017. [Consult. Dia Mês Ano]. Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.3/4824>.
Resumo: A relevância deste trabalho assenta em analisar e compreender a importância dos Açores, pela sua posição geoestratégica, no combate ao crime organizado transnacional, em particular, ao narcotráfico da cocaína. A localização desta região, como ponto mais ocidental da Europa, e com a sua vasta fronteira marítima, tem hoje impacto em termos da geoestratégia do Atlântico e deveria ser aproveitada como orientação estratégica para o nosso país e para a União Europeia. O mar, com extensão superior a metade da superfície da terra, além de fonte de recursos, constitui a mais antiga forma de comunicação global dos povos e via de transporte de pessoas e mercadorias, sendo, tal como as restantes formas de comunicação global, usado para atividades e interesses legais e ilegais, constituindo o transporte ilícito de estupefacientes, por via marítima, uma das mais preocupantes ameaças aos Estados de Direito. Por sua vez, o fenómeno da globalização, o esbatimento de fronteiras, a evolução política, económica, social e tecnológica na Europa nos últimos trinta anos, trouxeram condições propícias ao desenvolvimento do crime organizado, tratando-se de uma ameaça em mutação permanente e que não está limitado por fronteiras nacionais, dificultando o seu combate. Uma conjugação de estratégias que implique o envolvimento de todos os Estados e reforço das suas potencialidades é a medida certa para a resolução ou enfraquecimento desta problemática e um verdadeiro reforço à segurança e bem-estar dos seus cidadãos. Assim sendo, os Estados terão de pôr de parte as suas ambições hegemónicas e assumir que a droga é hoje um flagelo mundial que necessita de uma resposta eficaz e imediata.
ABSTRACT: The relevance of this work is based on analyzing and understanding the importance of the Azores for their geostrategic position in the fight against transnational organized crime, in particular cocaine trafficking. The location of this region, as the westernmost point in Europe and with its vast maritime border, has today an impact in terms of the Atlantic geostrategy and should be used as strategic guidance for our country and for the European Union. The sea, with an extension of more than half of the earth's surface, besides being a source of resources, constitutes the oldest form of global communication of peoples and way of transportation of people and goods, being, like the other forms of global communication, used for legal and illegal activities and interests, constituting the illicit transportation of narcotics, by sea, one of the most worrying threats to the State of Law. On the other hand, the phenomenon of globalization, the blurring of borders, political, economic, social and technological developments in Europe in the last thirty years have brought about favorable conditions for the development of organized crime, which is a constantly changing threat and is not limited by national borders, making it difficult to combat them. A combination of strategies involving the involvement of all States and the strengthening of their potential is the right measure to resolve or weaken this problem and a real boost to the safety and well-being of its citizens. Therefore, states will have to put aside their hegemonic ambitions and assume that drugs are now a global scourge that needs an effective and immediate response.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Relações Internacionais, 16 de julho de 2018, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/4824
Designação: Mestrado em Relações Internacionais
Aparece nas colecções:DHFA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.