Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/4797
Título: A promoção e proteção dos direitos humanos : mecanismos e sistemas. O caso de Portugal
Autor: Duarte, Vânia do Rego
Orientador: Miúdo, Berta Pimentel
Palavras-chave: Direitos Humanos
Conselho da Europa
ONU
Organização das Nações Unidas
Human Rights
Data de Defesa: 4-Jun-2018
Citação: Duarte, Vânia do Rego. "A promoção e proteção dos direitos humanos: mecanismos e sistemas. O caso de Portugal". 2018. 119 p.. (Dissertação de Mestrado em Relações Internacionais: O Espaço Euro-Atlântico). Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2017. [Consult. Dia Mês Ano]. Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.3/4797>.
Resumo: Os direitos humanos alcançaram maior visibilidade e importância com o fim da Segunda Guerra Mundial, através do consenso internacional de que era necessário estabelecer mecanismos de promoção e protecção destes direitos fundamentais, de modo a evitar retrocessos e arbitrariedades neste domínio. A nível internacional, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Conselho da Europa (CoE) desenvolveram sistemas de orientação, monitorização e assistência técnica que visam auxiliar os Estados soberanos a garantir o respeito pelas liberdades e direitos fundamentais de todos os cidadãos. A presente investigação procura defender que estes sistemas apresentam imperfeições estruturais que estão, sobretudo, associadas ao comportamento dos Estados. Num primeiro momento, são analisados os mecanismos de promoção e protecção dos direitos humanos escolhidos para a presente investigação, as suas características e métodos de trabalho. Num segundo momento, recorremos ao exemplo do Estado português para entender o papel destes mecanismos e analisar o contributo nacional para a defesa dos direitos humanos. Considerando que os mecanismos internacionais de direitos humanos são fundamentais, porém imperfeitos, conclui-se que a concretização efectiva dos direitos humanos requer a cooperação internacional, o entendimento entre os Estados, assim como a participação da sociedade civil.
ABSTRACT: Human rights gained greater visibility and importance with the end of World War II, through the international consensus that mechanisms to promote and protect these fundamental rights had to be established in order to avoid setbacks and arbitrariness in this area. At the international level, the United Nations (UN) and the Council of Europe (CoE) have developed systems of guidance, monitoring and technical assistance aimed at assisting sovereign states to ensure respect for the fundamental freedoms and rights of all citizens. The present investigation tries to defend that these systems present structural imperfections that are, mainly, associated with the behavior of the States. Firstly, the mechanisms for promoting and protecting the human rights chosen for this research, their characteristics and working methods are analyzed. Secondly, we use the example of the Portuguese State to understand the role of these mechanisms and analyze the national contribution to the defense of human rights. Considering that international human rights mechanisms are fundamental but imperfect, it is concluded that the effective realization of human rights requires international cooperation, understanding between States, as well as the participation of civil society.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Relações Internacionais, 04 de junho de 2018, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/4797
Designação: Mestrado em Relações Internacionais
Aparece nas colecções:DHFA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoResumoIndIntrodVRD2018.pdfResumo, Índice, Introdução450,38 kBAdobe PDFVer/Abrir
DissertMestradoVaniaRegoDuarte2018.pdfDocumento Principal1,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.