Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/4438
Título: A entrada no Ensino Superior : uma comparação entre instituições de Portugal e do Brasil
Autor: Caldeira, Suzana Nunes
Silva, Osvaldo
Mendes, Maria
Martins, Maria J.
Miranda, Raquel
Silva, Nayara Nogueira
Palavras-chave: Entrada no Ensino Superior
Praxes
Portugal
Brasil
Projeto PRAX_ES
Data: 2017
Editora: Universidade do Minho, Instituto de Educação, Centro de Investigação em Educação
Citação: Caldeira, S. N.; Silva, O.; Mendes, M.; Martins, M. J.; Miranda, R.; & Silva, N. (2017). A entrada no Ensino Superior: uma comparação entre instituições de Portugal e do Brasil. In L. S. Almeida & R. V. Castro (Orgs.), "Ser estudante no ensino superior: as respostas institucionais à diversidade de públicos", (pp. 64-81). ISBN: 978-989-8525-50-5. Braga: Centro de Investigação em Educação (CIEd) - Instituto de Educação, Universidade do Minho.
Resumo: A entrada no ensino superior (ES) constitui um marco importante no percurso de vida de muitos estudantes, pelo que representa em termos de escolhas realizadas e aspirações futuras. Mas, por vezes, tem ficado marcada por pungentes acontecimentos, alguns dos quais cerceadores da vida dos jovens. Esses acontecimentos tendem a ocorrer no âmbito das atividades de praxe, conceito aparentemente ligado à tradição de acolher os novatos nas instituições de ensino e na vida académica. Em Portugal, a intensidade negativa das situações de praxe tem levado a que a entidade que tutela o ES faça diversas recomendações às instituições e reiterados alertas aos estudantes. No Brasil as práticas praxistas vexatórias não são consentidas no interior das instituições de ensino. Procurar conhecer esta realidade de forma mais próxima e circunstanciada esteve na origem do Projeto PRAX_ES, cujas primeiras evidências públicas datam de 2014. Neste trabalho apresentam-se alguns elementos que permitem observar que estudantes da Universidade dos Açores e da Universidade Federal de Viçosa – Campus Rio Paranaíba, duas universidades relativamente jovens no quadro das instituições de ensino superior de cada país, através da resposta à EASBPES (Matos, Jesus, Simões, & Nave, 2010), tendem a expressar mais acordo do que desacordo com as atividades de praxe por parte dos estudantes.
Descrição: Textos selecionados a partir de comunicações apresentadas no 2º Seminário “Ser Estudante no Ensino Superior: As respostas institucionais à diversidade de públicos”, realizado pelo ObservatoriUM - Observatório dos Percursos Académicos dos Estudantes da UMinho (Campus de Gualtar, 9 de setembro de 2016).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/4438
ISBN: 978-989-8525-50-5
Aparece nas colecções:DPSI - Comunicações a Conferências / ConferenceItem
CICS/A - Comunicações a Conferências / ConferenceItem

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
UM Caldeira et al 2017.pdf1,53 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.