Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3928
Título: Miocene Rhodoliths of the Atlantic Archipelagos (Azores, Madeira, Canaries and Cape Verde) : systematics, palaeoecology and palaeobiogeography
Autor: Rebelo, Ana Cristina Furtado
Orientador: Ávila, Sérgio Paulo
Rasser, Michael
Barbin, Vincent
Neto, Ana Isabel de Melo Azevedo
Palavras-chave: Alga Vermelha
Fósseis
Paleobiogeografia
Paleoecologia
Rodólito Fóssil
Macaronésia
Coralline Red Algae
Fossil Rhodolith
Palaeobiogeography
Palaeoecology
Data de Defesa: 28-Jun-2016
Citação: Rebelo, Ana Cristina Furtado. "Miocene Rhodoliths of the Atlantic Archipelagos (Azores, Madeira, Canaries and Cape Verde): systematics, and palaeobiogeography". 2016. 223 p.. (Tese de Doutoramento em Ciências do Mar, especialidade de Biologia Marinha). Horta: Universidade dos Açores, 2015. [Consult. Dia Mês Ano]. Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.3/3928>.
Resumo: [...]. Este projeto de doutoramento tem como objetivo estudar os depósitos de rodólitos Miocénicos dos arquipélagos Atlânticos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde a fim de compreender a sua composição específica, a sua ecologia e as relações (paleo)biogeográficas, bem como testar se os fatores locais foram mais importantes para a escassez relativa ou excedente de rodólitos do que algumas das possíveis influências globais que também tiveram impacto no mundo Miocénico. O presente trabalho expõe uma gama de tafofácies e dinâmica sedimentar em depósitos de rodólitos fósseis e recentes do domínio Macaronésico. Foi dada especial atenção ao Arquipélago dos Açores, onde foram feitos estudos acerca do tamanho e forma, bem como estudos taxonómicos, quer para os rodólitos fósseis, quer para os recentes. Estes dados ajudam a compreender melhor as limitações ambientais na distribuição do tamanho e forma das acumulações de rodólitos fósseis encontradas noutros locais em ilhas volcânicas no Oceano Atlântico nordeste. Também foram criadas reconstruções paleoambientais de jazidas fósseis seleccionadas, de modo a obter informação detalhada sobre o ciclo de vida (e morte) dos rodólitos que vivem num cenário de vulcanismo activo no meio do oceano. Por fim, técnicas de catodoluminescência foram aplicadas a rodólitos Pliocénicos da ilha de Santa Maria (Açores) no intuito de perceber a distribuição dos elementos-traço no talo das algas. Isto permite comprender a influência da actividade vulcânica devido à extrusão de lavas e produtos associados e/ou a presença de fontes hidrotermais activas de pouca profundidade, a qual se reflete na química da água do mar que, por seu turno, fica mimetizada na elevada concentração de Mn2+ que os rodólitos analisados através desta metodologia patenteiam.
ABSTRACT: [...]. In this PhD thesis, the study of Miocene rhodolith deposits from the Atlantic archipelagos of Azores, Madeira, Canary Islands and Cape Verde was conducted in order to understand the species composition, the ecology, the (palaeo)biogeographical relationships, and to test if local factors were more important in deciding the relative scarcity or surplus of rhodoliths in this region than some of the possible global influences that also impacted the Miocene world. The present work displays a range of taphofacies and sedimentary dynamics on ancient and modern rhodolith deposits from the Macaronesian realm. Special focus was given to the Archipelago of the Azores, where studies on the size and shape analysis and taxonomical studies were produced, again both for fossil and extant rhodoliths. These kind of data help to better understand the environmental constraints on the size and shape distributions of rhodolith assemblages found as fossils elsewhere on volcanic islands in the northeast Atlantic Ocean. Also palaeoenvironmental reconstructions of selected outcrops were created in order to gain further insight on the life cycle (and death) of rhodoliths living within a mid-ocean active volcanic setting. Finaly, cathodoluminescence techniques were applied to Pliocene rhodoliths from Santa Maria Island (Azores) in order to gain additional insight regarding the trace element content distribution throughout the algae thalli. This allowed to understanding the influence of volcanic activity due to the extrusion of lavas and associated products and/or the presence of active shallow-water hydrothermal vents, reflected in the sea water chemistry, which mirrored on the rhodolith Mn2+ high concentration.
Descrição: Tese de Doutoramento, Ciências do Mar, especialidade de Biologia Marinha, 28 de Junho de 2016, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3928
Designação: Doutoramento em Ciências do Mar
Aparece nas colecções:DOP - Teses de Doutoramento / Doctoral Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeseDoutoramentoResumoIndIntrodACFR2016.pdfResumo, Índice, Introdução311,32 kBAdobe PDFVer/Abrir
TeseDoutoramentoAnaCristinaFurtadoRebelo2016.pdfDocumento Principal16,54 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.