Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3845
Título: Balanço de nutrientes em explorações agrícolas da Ilha Terceira
Autor: Falcão, Anselmo Fernandes
Orientador: Pinheiro, Jorge Alberto Vieira Ferraz
Fangueiro, David Paulo
Palavras-chave: Explorações Agrícolas
Nutrientes
Solos Agrícolas
Ilha Terceira (Açores)
Açores
Farms
Nutrient Balance
Terceira Island (Azores)
Azores Islands
Data de Defesa: 20-Jul-2016
Citação: Falcão, Anselmo Fernandes. "Balanço de nutrientes em explorações agrícolas da Ilha Terceira". 2016. 105 p.. (Dissertação de Mestrado em Engenharia Agronómica). Angra do Heroísmo: Universidade dos Açores, 2016. [Consult. Dia Mês Ano]. Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.3/3845>.
Resumo: Este trabalho teve por objectivo, a realização de balanços de nutrientes à escala da exploração com suporte de dados de inquérito e de análises de solos para identificação de problemas de gestão de nutrientes, nomeadamente excessos e propor soluções para a sua diminuição. Para realizar o balanço de nutrientes (azoto (N), fósforo (P) e potássio (K) foi efectuada a recolha de dados através de um inquérito realizado a 20 explorações agrícolas das bacias leiteiras em estudo na ilha Terceira. Foram recolhidas posteriormente 5 amostras de solos por exploração, sendo 3 relativas a pastagem e 2 de terrenos onde foi cultivado milho. Deste modo, foi recolhido um total de 100 amostras nas 20 explorações, seguidamente analisadas em laboratório para os seguintes parâmetros de fertilidade do solo: pH, matéria orgânica (MO), P, K, Ca e Mg. Em todas as explorações as principais entradas foram os alimentos concentrados e os adubos, enquanto as principais e únicas saídas foram o leite e a carne. Os concentrados representam 60,7% das entradas totais de azoto, por outro lado as entradas totais de fósforo e potássio devem-se maioritariamente a aquisição de fertilizantes, ou seja 51,8% das entradas totais de fósforo e 52,5% das entradas totais de potássio nas explorações. Os balanços de nutrientes N, P e K por unidade de leite produzido, por unidade agrícola de área útil e por unidade de medida pecuária são todos positivos (indicativo de excesso) em todas as explorações. Os resultados mostram que os excessos de nutrientes N, P e K por unidade agrícola de área útil variam entre 37,8 e 439,0 kg N ha-1, entre 0,6 e 130,6 kg P ha-1 e entre 10,5 e 191,7 kg K ha-1. Um dos possíveis motivos associados a esta utilização deficiente dos recursos, tem a ver efectivamente com o desconhecimento dos níveis de N, P e K no solo, sendo que a maioria das explorações não tinha análises ao solo recentes, fazendo disparar a aplicação de fertilizantes, tudo isto aliado á aquisição excessiva de concentrados que são os grandes responsáveis pela entrada de azoto na exploração, bem como um maneio cultural deficiente, fazendo baixar o pH, concretamente no caso do milho, obtendo menores volumes de produção e obrigando a futuras correcções, para elevar a acidez do solo.
ABSTRACT: This work had as objective the achievement of balance of nutrients to the operating range supported investigation data and soil analysis for identification of nutrient management problems, including excess and propose solutions for their reduction. To achieve the balance of nutrients (nitrogen (N), phosphorus (P) and potassium (K) was made the collection of data through a survey conducted the 20 farms dairy basins under study on island of Terceira. Five later samples were collected from soil by holding, being 3 relating to pasture and 2 of land was cultivated corn. In this way, he was picked up a total of 100 samples on 20 farms, and then analyzed in a laboratory for the following soil fertility parameters: pH, organic matter (MO), P, K, Ca and Mg in all farms the main entries were concentrated foods and fertilizers, while the main and only exits were milk and meat. The concentrates represent 60.7% of total inputs of nitrogen, on the other hand the total inputs of phosphorus and potassium are mainly the purchase of fertilizers, i.e. 51.8% of total inputs of phosphorus and 52.5% of the total potassium entries on farms. Balance of nutrients N, P and K per unit of milk produced per unit of agricultural area and per unit of measure livestock are all positive (indicative of excess) on all holdings. The results show that the excess of nutrients N, P and K by agricultural unit of area vary between 37.8 and 439.0 kg N ha-1, between 0.6 and 130.6 kg P ha-1 and between 10.5 and 191.7 kg K ha-1. One of the possible reasons associated with this poor use of resources, it has to do with the lack of awareness of the levels of N, P and K in the soil, being that most farms had no recent soil tests, making trigger application of fertilizer, all this allied to excessive acquisition of units that are the great responsible for nitrogen input on the farm as well as a cultural capital deficient, making download pH, specifically in the case of maize, obtaining lower production volumes and forcing future corrections, to increase the acidity of the soil.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Engenharia Agronómica, 20 de Julho de 2016, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3845
Designação: Mestrado em Engenharia Agronómica
Aparece nas colecções:DCA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoAnselmoFernandesFalcao2016.pdf4,23 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.