Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/840
Título: Exploração espeleológica e bioespeleológica das Ilhas Flores e Corvo.
Autor: Silva, Manuel A.
Pereira, Luís A. N.
Pereira, Fernando E. A. P.
Palavras-chave: Actividade Vulcânica (Vestígios)
Erosão Marinha
Portos Naturais
Vulcanismo
Ilha das Flores (Açores)
Data: 1990
Editora: Universidade dos Açores
Citação: SILVA, M.A., L.A.N. PEREIRA & F.E.A.P. PEREIRA, (1990). Exploração espeleológica e bioespeleológica das ilhas das Flores e Corvo. “Relatórios e Comunicações do Departamento de Biologia”, 18: 17-19.
Relatório da Série N.º: Relatórios e Comunicações do Departamento de Biologia da Universidade dos Açores;18
Resumo: ILHA DAS FLORES - Ilha do extremo ocidental do arquipélago dos Açores. Com o comprimento máximo de cerca de 40 Km e 15 Km de largura (de Santa Cruz à Ponta do Baixio). Superfície: 142,85 Km2. É muito montanhosa, sobretudo na sua parte central, onde atinge as maiores altitudes: 913m Morro Alto e 848m na Lomba da Vaca. Na ilha existem numerosos vestígios de actividade vulcânica (crateras de extintos vulcões, transformadas em lagoas ou caldeiras, de que as principais são Caldeira Comprida, Caldeira da Água Branca, Caldeira Negra, Caldeira Funda, etc.). A costa demasiado alcantilada com numerosas furnas de erosão marinha sendo de destacar a dos Enxaréus, próximo de Santa Cruz, e além de numerosos portos naturais: Santa Cruz, Lajes, Fajã Grande e S. Pedro.
Descrição: IV Expedição Científica do Departamento de Biologia – Flores 1989.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/840
Aparece nas colecções:DBIO - Relatórios Técnicos / Technical Reports

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Exploração espeleológica e bioespeleológica das Ilhas Flores e Corvo..pdf501,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.