Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/772
Título: Que estratégia de amostragem para os estados larvares de Mythimna unipuncta (Haworth) (Lepidoptera, Noctuidae)?
Autor: Silva, Luís
Vieira, Virgílio
Tavares, João
Garcia, Patrícia
McNeil, Jeremy
Palavras-chave: Amostragens Directas
Dinâmica Populacional
Lei de Taylor
Mythimna unipuncta (Haworth)
Lagarta das Pastagens
Regras de Decisão
Data: Jun-1996
Editora: Universidade dos Açores
Citação: SILVA, L., V. VIEIRA, J. TAVARES, P. GARCIA & J. McNEIL, (1996). Que estratégia de amostragem para os estados larvares de Mythimna unipuncta (Haworth) (Lepidoptera, Noctuidae)? “Relatórios e Comunicações do Departamento de Biologia”, 23: 15-19.
Relatório da Série N.º: Relatórios e Comunicações do Departamento de Biologia da Universidade dos Açores;23
Resumo: A amostragem dos estados larvares de Mythimna unipuncta (Haworth) (Lepidoptera, Noctuidae), praga das pastagens dos Açores, é importante para o estudo da dinâmica populacional, bem como para a definição das regras de decisão quanto à aplicação de medidas fitossanitárias. Durante a "Expedição Científica Terceira 94", foram realizadas amostragens directas dos estados larvares de M. unipuncta em duas parcelas de pastagem, uma em São Bartolomeu e outra na Granja, através da contagem do número de larvas em 100 amostras de 0,25 m2 cada. 0 número médio de larvas observado por unidade de amostragem foi de 2,9±0,53 e de 0,98±0,21, respectivamente, em São Bartolomeu e na Granja. Usando a Lei de Taylor, o número de amostras requerido para um grau de precisão de 0.2 foi de 76 em São Bartolomeu e de 73 na Granja. O número de 20 amostras, realizadas habitualmente no estudo da abundância de larvas, proporcionou apenas uma precisão de 0,4. Porém, a distribuição das larvas ajustou-se a uma binomial negativa em ambas as localidades. A estratégia de amostragem sequencial de Wald permite a diminuição do esforço de amostragem, mas sem reduzir contudo o grau de precisão requerido pelo processo de tomada de decisão.
ABSTRACT: Mythimna unipuncta (Haworth) (Lepidoptera, Noctuidae) is an important pest in Azorean pastures, so accurate estimates of larval densities are essential for population dynamic studies and for the decision making process concerning potential pesticide applications. During the "Terceira 94 Scientific Expedition" we determined the efficiency of our standard estimates of larval densities, derived from 20 0,25 m2 samples, with those obtained using 100 samples. This was replicated at two different sites, São Bartolomeu (where larval densities were 2,9±0,53 per sample unit) and Granja (with larval densities of 0,98±0,21). Using Taylor's power law the number of samples required for a 0,2 level of precision was 76 in São Bartolomeu and 73 in Granja, and the usual number of samples (20) only provided a precision of 0,4. However, as larval distribution fitted a negative binomial distribution at both sites, a sequential sampling might lower sampling effort without reducing the level of precision required for the decision making process.
Descrição: IX Expedição Científica do Departamento de Biologia - Terceira 1994
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/772
Aparece nas colecções:DBIO - Relatórios Técnicos / Technical Reports



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.