Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/641
Título: O pai de Venâncio, a «loucura insular» e uma simbólica animal em Vitorino Nemésio
Autor: Gouveia, Maria Margarida Maia
Palavras-chave: Vitorino Nemésio (1901-1978)
Literatura Portuguesa (séc. XX)
Data: Jan-1984
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. Série Ciências Humanas". Nº. 6 (Jan. 1984): 227-239
Relatório da Série N.º: Ciências Humanas;Nº. 6
Resumo: “[…]. «Homem que transporta uma ilha…», como o definiu Ortega y Gasset, Nemésio povoa toda a sua obra de vivências insulares, assimiladas e conservadas na sua memória – e imprime-lhes valor simbólico. O que dá valor cultural a essas vivências insulares é o facto de o próprio Nemésio lhes dar expressão: lírica, romanesca, ensaística, simbólica mesmo. Os elementos da condição humana insular – climáticos, humanos, sociais, etc. – são como que personagens da sua obra, construindo um universo próprio, um modus vivendi, em casos extremos ou casos-limite da própria «loucura insular». […]”
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/641
Aparece nas colecções:ARQ - SCH - N 06 (1984)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MariaMargaridaMaiaGouveia_p227-239.pdf182,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.