Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/460
Título: Estatuto de conservação das plantas vasculares endémicas dos Açores segundo os critérios da IUCN : implicações ao nível do ordenamento do território e do planeamento ambiental
Autor: Corvelo, Rodolfo Artur Ferreira
Orientador: Silva, Luís Filipe Dias
Porteiro, João
Palavras-chave: Biodiversidade
Gestão Ambiental
Ordenamento do Território
Plantas Vasculares Endémicas
Açores
Biodiversity
Environmental Management
Planning
Endemic Vascular Plants
Azores
Data de Defesa: 23-Fev-2010
Resumo: Apenas 7 plantas vasculares, entre as 72 referidas como endémicas para os Açores, foram alvo de avaliação segundo os critérios mais recentes estabelecidos pela IUCN. Mesmo para essas plantas, os dados em que se baseou a avaliação parecem algo desactualizados e restritos. Com o desenvolvimento dos projectos ATLÂNTICO e BIONATURA, existe hoje uma grande quantidade de informação disponível sobre a distribuição e a abundância das plantas vasculares endémicas dos Açores. Para além disso, muitas das plantas foram avaliadas no sentido de determinar qual a sua prioridade em termos de conservação durante o projecto BIONATURA, cujos resultados já foram publicados. Embora a classificação atribuída pela IUCN não seja o único sistema a considerar quando se definem prioridades em conservação, continua a ser utilizado a nível global para determinar o grau de ameaça a que as espécies se encontram sujeitas. Assim, estão reunidas as condições para que se proceda a uma análise global da situação de referência relativa às plantas vasculares endémicas dos Açores. Mesmo para as espécies cuja abundância e as ameaças são menos conhecidas, será importante a aplicação dos critérios da IUCN no sentido de identificar lacunas importantes ao nível da informação existente. Por outro lado, em termos metodológicos, será importante avaliar se os critérios definidos pela IUCN apresentam alguma limitação, quando aplicados a espécies endémicas em ilhas cuja distribuição é, por natureza, restrita. Da análise dos resultados obtidos da aplicação dos critérios às plantas endémicas, 7 ficaram incluídas na categoria em perigo crítico (CR), 20 em perigo (EN), 18 foram consideradas como vulneráveis (VU), na categoria de quase ameaçadas (NT) ficaram incluídas 17 espécies, 4 nas pouco preocupantes (LC), 5 nas plantas com dados insuficientes (DD) e 1 encontra-se extinta (EX). Existem ainda lacunas na informação que devem ser suprimidas com novos estudos que complementem os já efectuados. Para além disso, a aplicação dos critérios da IUCN numa região dispersa e com uma área geográfica relativamente pequena, poderá exigir no futuro a sua respectiva adaptação. Na análise executada, verifica-se que muitas das espécies não estão englobadas na sua totalidade por algumas das áreas protegidas. É proposto um conjunto de sugestões com vista a minimizar danos na biodiversidade regional. Algumas das soluções podem passar pela revisão dos limites das áreas protegidas do PNI, pela criação de microreservas ou pelo cultivo ex situ de modo a criar-se um “banco de espécies”, entre outras, tentando-se contribuir para uma melhor gestão e planeamento do território.
ABSTRACT: Currently, only 7 vascular plants among the 72 listed as endemic to the Azores were subjected to evaluation established by the most recent IUCN criteria. Even for those plants, the data on which the assessment is based seems somewhat outdated and restricted. With the development of the ATLANTIC and BIONATURA projects there is a huge amount of available information about the distribution and abundance of vascular plants (Pteridophyta and Magnoliophyta) endemic to the Azores. In addition, many of the endemic plants of the Azores were evaluated to determine their priority in terms of conservation during the BIONATURA project, whose results were recently published. Although the ratings given by the IUCN is not the only factor to consider when defining priorities in conservation, it still continues to be an indicator used globally to evaluate the degree of threat pending upon species. So there are conditions for carrying out a comprehensive analysis of the situation on the Azorean endemic vascular plants. Even for those species whose abundance and threats are less known, will be important to apply the IUCN criteria, to identify significant gaps in the existing information. Moreover, in methodological terms, it is important to assess whether the criteria defined by the IUCN have any limitation, when applied to endemic species in islands whose distribution is, by nature, limited. The analysis of the results obtained in applying the criteria to the Azorean endemic plants is the following:, 7 were included in the category critically endangered (CR), 20 endangered (EN), 18 were considered vulnerable (VU) in the category of near threatened (NT) 17 species were considered near threatened (NT), 4 in the least concern category (LC), 5 plants in the data deficient category (DD) and 1 is considered to be extinct (EX). There are still gaps in information that should be overcome by further field studies to complement those already made. In addition, the application of the IUCN criteria in a very disperse archipelago with a relatively small surface area might demand some specific adjustments. In the analysis performed, it appears that many species are not encompassed in its entirety by some of the protected areas. There is a set of suggestions to minimize the damage in the local biodiversity. Some of the solutions would include the revision of the protected areas of the PNI, the creation of micro-reserves or ex situ cultivation to create a "species bank", among others, trying to contribute to better management and territorial planning.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/460
Aparece nas colecções:DBIO - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoRodolfoAFCorvelo.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.