Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/4398
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorPalos, Ana Cristina Pires-
dc.contributor.authorDiogo, Fernando-
dc.contributor.authorSilva, Osvaldo-
dc.date.accessioned2017-09-14T12:36:27Z-
dc.date.available2017-09-14T12:36:27Z-
dc.date.issued2016-07-
dc.identifier.citationPalos, Ana Cristina Pires; Diogo, Fernando; & Silva, Osvaldo (2016, julho). "Juventude e mundo do trabalho: configurações da precariedade". Comunicação apresentada no IX Congresso Português de Sociologia: Portugal, território de territórios, In Atas do IX Congresso Português de Sociologia, Faro.pt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.3/4398-
dc.descriptionIX Congresso Português de Sociologia: "Portugal, território de territórios", Faro, 6-8 julho de 2016.pt_PT
dc.descriptionCOM0419 Trabalho, Organizações e Profissões [ST]pt_PT
dc.description.abstractNas sociedades atuais a flexibilização das condições de emprego e a liberalização das relações contratuais têm sido perspetivadas como condições indispensáveis para o crescimento económico. Neste contexto, temos assistido à generalização da precarização do trabalho e à individualização das relações laborais, o que tem inevitavelmente acantonado os jovens em mercados de trabalho caracterizados por empregos precários, salários baixos e escassas oportunidades de construção de percursos profissionais estáveis. A desocultação empírica da incidência e dos contornos desta precariedade laboral juvenil, no contexto do arquipélago dos Açores, foi um dos objetivos que orientou o projeto “juventude açoriana e mundo do trabalho” desenvolvido, no âmbito do Observatório da Juventude dos Açores, junto de jovens (15 a 34 anos) com experiências laborais (467 jovens). O tipo de contrato de trabalho e a duração do emprego são alguns dos indicadores disponíveis para definir a precariedade, bem como a descontinuidade do emprego, o rendimento auferido e o acesso a proteção social. A análise do comportamento destes indicadores na amostra em estudo permite perceber que a precariedade é uma passagem obrigatória nos processos de inserção profissional de muitos jovens e a insegurança está a tornar-se a norma nas suas formas de integração social. As duas fases em que este estudo se desenvolve – fase extensiva e intensiva – permitem perceber que a tendencial precarização das relações laborais produz impactos diferenciados junto dos jovens em função das suas caraterísticas sociais e culturais, nomeadamente, a sua condição etária, de género e a duração dos seus percursos escolares e formativos.pt_PT
dc.description.abstractABSTRACT: In current societies the labor market flexibility and the liberalization of jobs contracts have been seen as the required conditions for economic growth. In this context, we have assisted to the generalization of fixed-term contracts and the individualization of labor relations, which has inevitably stationed youth in labor markets characterized by precarious jobs, low wages and little opportunity to build stable career paths. Empirical unblinding incidence and contours of youth job insecurity in the context of the archipelago, were one of the goals that guided the project "Azorean youth and the world of work" developed in the Azores Youth Observatory among young (15-34 years) with work experience (467 young people). The type of job contract and duration of employment are some of the indicators available to set the precariousness, as well as the discontinuance of employment, earned income and access to social protection. The analysis of these indicators allows to realize that precariousness is a necessary step in the professional integration processes of many young people and insecurity is becoming the norm in their forms of social integration. The two phases in which this study develops - extensive and intensive stage - allow to realize that the trend towards casualization of labor relations produces different impacts on young people in terms of their social and cultural characteristics, in particular, their age condition, gender and duration of their school and training courses.en
dc.language.isoporpt_PT
dc.relationinfo:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147304/PTpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectJuventudept_PT
dc.subjectDesempregopt_PT
dc.subjectInserção Profissionalpt_PT
dc.subjectPrecariedadept_PT
dc.subjectYouthen
dc.subjectUnemploymenten
dc.subjectProfessional Insertionen
dc.subjectPrecariousnessen
dc.titleJuventude e mundo do trabalho : configurações da precariedadept_PT
dc.typeconferenceObjectpt_PT
dc.description.versioninfo:eu-repo/semantics/publishedVersionpt_PT
degois.publication.locationFaropt_PT
degois.publication.titleIX Congresso Português de Sociologiapt_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
Aparece nas colecções:DSOC - Comunicações a Conferências / ConferenceItem
CICS/A - Comunicações a Conferências / ConferenceItem

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
atas sociologia.pdf725,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.