Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/4371
Título: Redes sociais e conflito organizacional
Autor: Lima, Jorge Manuel Ávila
Maia, Pedro Almeida
Menezes, Maria Antonieta
Santos, Edmundo
Palavras-chave: Redes Sociais
Conflito
Organizações
Conflict
Organizations
Social Networks
Data: 2016
Editora: Universitat Autònoma de Barcelona
Citação: Lima, J. Á., Maia, P. A., Menezes, M. A., & Santos, E. (2016). Redes sociais e conflito organizacional. "REDES: Revista Hispana para el Análisis de Redes Sociales", 27(1), 129-143. DOI: http://dx.doi.org/10.5565/rev/redes.591
Resumo: As organizações são redes sociais cujos membros estabelecem entre si ligações de diversos tipos, formais e informais, positivas e negativas. O conflito entre atores é um processo comum que pode ser explicado com base num conjunto diverso de fatores. Contudo, o conflito interno às organizações tem sido pouco estudado, numa perspetiva de redes sociais. Para além disto, o conflito interorganizacional, analisado ao nível dos atores individuais, tem sido ainda menos estudado. No presente artigo, procuramos abordar o modo como as redes sociais das organizações estão associadas a perceções de conflito, quer intraorganizacional, quer interorganizacional, num contexto de proximidade física entre organizações. O estudo empírico, que envolveu duas organizações que partilhavam o mesmo espaço físico, mostra que, apesar da grande proximidade espacial entre ambas, os laços de amizade tendiam a concentrar-se no interior de cada organização e as perceções de conflito eram maiores entre as organizações do que no interior das mesmas. Os resultados são discutidos à luz das teses relativas aos efeitos da propinquidade física sobre a atração interpessoal entre membros de grupos distintos.
ABSTRACT: Organizations are social networks whose members establish among themselves links of various types (formal and informal, positive and negative). Conflict between organizational actors is a common process that can be explained on the basis of several factors. However, internal conflict in organizations has been the subject of little research from a social network analysis perspective. Moreover, conflict among members of different organizations has been even less studied. In this paper, we address how social networks in organizations are associated with perceptions of intra organizational or inter-organizational conflict, in contexts of physical proximity among organizations. The empirical study, which involved two organizations that shared the same physical space, shows that despite the great spatial proximity between them, bonds of friendship tended to cluster within each organization and conflict perceptions were higher across organizations than within them. The results are discussed in light of theories about the effects of physical propinquity on interpersonal attraction between members of different groups.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/4371
DOI: 10.5565/rev/redes.591
ISSN: 2385-4626 (Print)
1579-0185 (Online)
Aparece nas colecções:DSOC - Artigos em Revistas Internacionais / Articles in International Journals
CICS/A - Artigos em Revistas Internacionais / Articles in International Journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
REDES Lima et al 2016.pdf677,81 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.