Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.3/4035
Title: Effects of forest change on litter decomposition and associated aquatic hyphomycetes in island streams
Author: Faustino, Hélder de Jesus Aguiar
Advisor: Gonçalves, Vitor
Ferreira, Verónica Jacinta Lopes
Keywords: Ecossistema Aquático
Ecossistema Ribeirinho
Floresta
Hifomicetos Aquáticos
Aquatic Hyphomycetes
Conifer Plantations
Stream Ecosystem Functioning
Woody Species Invasion
Defense Date: 2-Mar-2017
Abstract: Os ribeiros estão intimamente ligados à vegetação circundante, responsável pelo ensombramento e abastecimento das cadeias alimentares aquáticas com detritos orgânicos, sendo assim muito vulneráveis a alterações na vegetação ribeirinha. A substituição da floresta nativa pela floresta de produção ou a sua invasão por espécies arbóreas exóticas pode afetar as dinâmicas biológicas existentes, apesar da natureza heterotrófica dos ribeiros ser mantida. Contudo, alterações na vegetação ribeirinha muitas vezes apresentam resultados contrastantes sobre o funcionamento do ecossistema, como estimulação, inibição ou ausência de diferenças significativas em termos de taxas de decomposição dos detritos orgânicos, sugerindo que os efeitos da alteração das florestas podem ser dependentes do contexto em que se inserem. O presente estudo avalia os efeitos da alteração das florestas sobre as comunidades e atividades biológicas dos ribeiros na ilha de São Miguel (Arquipélago dos Açores), através da comparação das taxas de decomposição de detritos orgânicos com origem nativa (Ilex perado), conífera (Cryptomeria japonica) e exótica (Pittosporum undulatum), bem como das taxas de reprodução e da estrutura das comunidades dos hifomicetes aquáticos associados aos detritos, entre ribeiros (n=9) circundados por floresta nativa (floresta laurissilva), por plantações de coníferas e por florestas invadidas por espécies exóticas. A decomposição de I. perado, C. japonica e P. undulatum, assim como a taxa de esporulação e riqueza específica dos hifomicetes aquáticos associados não diferiram significativamente entre os ribeiros nativos e os de coníferas, enquanto a estrutura das comunidades dos hifomicetes aquáticos foi fortemente afetada pela alteração da floresta. Contrariamente, a decomposição de I. perado e P. undulatum foi significativamente maior nos ribeiros invadidos comparativamente aos nativos. Este estudo demonstra que as alterações das florestas podem ter impacto no funcionamento dos ecossistemas, porém os efeitos foram moderados pela identidade dos detritos orgânicos e pelo tipo de alteração da floresta.
ABSTRACT: Streams are intimately connected with their surrounding vegetation, which provides shading and fuels aquatic food webs with litter, and are therefore very vulnerable to changes in the riparian vegetation. The replacement of native forest by commercial tree plantations and invasions by exotic tree species can affect the existent biologic dynamics despite the fact that the heterotrophic nature of streams is maintained. However, changes in riparian vegetation often show contrasting results on ecosystem functioning, with stimulation, inhibition or no major effect on litter decomposition rates, suggesting that the effects of forest change could be context dependent. The present study evaluates the effects of forest change on stream communities and activities, in São Miguel island (Azores archipelago), by comparing decomposition rates of native (Ilex perado), conifer (Cryptomeria japonica) and exotic (Pittosporum undulatum) litter, and reproduction and community structure of litter associated aquatic hyphomycetes, among streams (n=9) flowing through native vegetation (laurel forest), conifer plantations and forests invaded by exotic woody species. Decomposition of I. perado, C. japonica and P. undulatum litter, and sporulation rates and species richness of litter associated aquatic hyphomycetes, did not significantly differ between native and conifer streams, while aquatic hyphomycetes community structure was strongly affect by forest change. In contrast, decomposition of I. perado and P. undulatum litter was significant higher in invaded streams than in native streams. This study shows that forest changes can impact stream ecosystem functioning, but the effects were moderated by litter identity and type of forest change.
Description: Dissertação de Mestrado, Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal, 2 de Março de 2017, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/4035
Designation: Mestrado em Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal
Appears in Collections:DB - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DissertMestradoHelderJesusAguiarFaustino2017.pdf3,47 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.