Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/394
Título: Mulheres açorianas na formação do Rio Grande do Sul
Autor: Franzen, Beatriz Vasconcelos
Palavras-chave: Emigração Açoriana (séc. XVIII)
Rio Grande do Sul (Brasil)
Data: 2004
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. História". ISSN 0871-7664. 2ª série, vol. 8 (2004): 11-19
Relatório da Série N.º: História. 2ª série;vol. 8
Resumo: A presença oficial dos portugueses na região do rio da Prata se faz, efetivamente, com a fundação da Colônia do Sacramento, em 1680. Anterior a essa data, a presença portuguesa na região pode ser observada a partir da ação de contrabandistas, mercadores de escravos, marinheiros de navios que chegavam à região e até mesmo dos bandeirantes paulistas que avançando sobre as regiões do Guairá, do Tape e do Itatim buscavam índios nas reduções jesuíticas espanholas em territórios que abrangem a chamada região Platina, isto é, a área banhada pelos rios Paraná, Paraguai e Uruguai, formadores da bacia hidrográfica – Bacia Platina -, e que juntos (Paraná com seu afluente Paraguai e o rio Uruguai) desembocam no estuário do Prata (o chamado rio da Prata). Porém, é com a fundação da Colônia do Sacramento, ação oficial da coroa portuguesa, que os lusos se instalam na região, concretizando um sonho acalentado desde os inícios do século XVI - levar as fronteiras da América portuguesa até o Rio da Prata. A necessidade de estabelecer pontos de apoio para a Colônia vai possibilitar uma expansão portuguesa pelo litoral do extremo sul do Brasil que, apesar de ser já considerado como português e conhecido através das expedições de mercadores de escravos e dos jesuítas portugueses no século XVII, só viria a ser efetivamente povoado a partir da instalação de pontos de povoamento na costa de Santa Catarina: São Francisco do Sul, Desterro e Laguna. Mas é com a fundação de Rio Grande, em 1737, no litoral do atual estado brasileiro do Rio Grande do Sul, que a conquista desta região vai se concretizar. [...]
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/394
ISSN: 0871-7664
Aparece nas colecções:ARQ - Hist2s - Vol 08 (2004)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Beatriz_Franzen_p11-19.pdf67,17 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.