Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3883
Título: Acolhimento institucional de mães adolescentes na ilha Terceira : entendimento, práticas e estruturas
Autor: Martins, Martinha de Fátima Correia
Orientador: Tomás, Licínio Manuel Vicente
Palavras-chave: Adolescência
Adolescente Institucionalizado
Apoio Social
Maternidade
Sexualidade
Adolescence
Maternity
Social Support
Sexuality
Data de Defesa: 16-Set-2016
Citação: Martins, Martinha de Fátima Correia. "Acolhimento institucional de mães adolescentes na ilha Terceira: entendimento, práticas e estruturas". 2016. 100 p.. (Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais). Angra do Heroísmo: Universidade dos Açores, 2016. [Consult. Dia Mês Ano]. Disponível em www:<http://hdl.handle.net/10400.3/3883>.
Resumo: Diversos estudos indicam que a gravidez precoce continua a ser uma problemática social de relevo na Região Autónoma dos Açores. Apesar de uma tendência para a diminuição progressiva do registo de nascimentos ocorridos, na faixa etária entre os 11-19 anos de idade, para o período entre 2001 e 2014, a região continua a apresentar um número elevado de nascimentos em mães nessa faixa etária. Desse modo, os Açores são uma das regiões europeias com mais casos de gravidez na adolescência. O propósito central deste trabalho é descrever o apoio social de jovens institucionalizadas ou previamente institucionalizadas em risco de gravidez precoce ou com uma gravidez precoce consumada. Participaram no estudo 14 jovens com idades compreendidas entre os 11 e os 19 anos. Foi desenvolvido um estudo qualitativo, de caráter exploratório e descritivo. O estudo baseou-se numa entrevista semiestruturada, aplicada de acordo com um guião previamente preparado. A entrevista foi adaptada em função do tipo de participantes, visto que as adolescentes foram distribuídas por três condições: adolescentes não grávidas institucionalizadas, mas com elevado risco de gravidez precoce; adolescentes grávidas ou mães adolescentes institucionalizadas; e, finalmente, mães adolescentes não institucionalizadas. Este estudo permitiu concluir que, em geral, as relações das participantes com as famílias de origem são marcadas por riscos cumulativos, por um aparente conhecimento dos métodos anticoncecionais, que não foi condição suficiente para prevenir uma gravidez precoce de algumas delas, e que o apoio social está muito dependente das famílias de origem, não obstante o respetivo historial multiproblemático.
ABSTRACT: Several studies indicate that early pregnancy remains a social issue of importance in the Azores. Despite a trend towards gradual reduction of registration of births occurred in the age group between 11-19 years of age for the period between 2001 and 2014, the region continues to show a high number of births in mothers in this age group. Thus, the Azores are one of the European regions with more cases of teenage pregnancy. The central purpose of this paper is to describe the social support institutionalized or previously institutionalized young people at risk of early pregnancy or a finished early pregnancy. Participated in the study 14 young people aged between 11 and 19 years old. A qualitative study of exploratory and descriptive character was developed. The study was based on a semi-structured interview, applied according to a prepared script. The interview was adapted according to the type of participants, since the adolescents were distributed by three conditions: not pregnant adolescents institutionalized, but at high risk of early pregnancy; pregnant teenagers or teenage mothers institutionalized; and finally, teenage mothers not institutionalized. This study found that, in general, the relationship of the participants with the families of origin are marked by cumulative risks by an apparent knowledge of contraceptive methods, which was not enough to prevent early pregnancy some of them, and that the support social is very dependent on the families of origin, despite the respective multi –problematic history.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Ciências Sociais, 16 de Setembro de 2016, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3883
Designação: Mestrado em Ciências Sociais
Aparece nas colecções:DHFA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoResumoIndIntrodMFCM2016.pdfResumo, Índice, Introdução208,62 kBAdobe PDFVer/Abrir
DissertMestradoMartinhaFatimaCorreiaMartins2016.pdfDocumento Principal906,47 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.