Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/373
Título: Gerir o dinheiro e a distinção : as caixas económicas de Angra do Heroísmo e os seus corpos dirigentes (1845-1915)
Autor: Sousa, Paulo Silveira e
Palavras-chave: Angra do Heroísmo (Açores)
Economia Açoriana (1845-1915)
Instituições de Crédito
História dos Açores (séc. XIX)
Data: 2002
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. História". ISSN 0871-7664. 2ª série, vol. 6 (2002): 293-346
Relatório da Série N.º: História. 2ª série;vol. 6
Resumo: As instituições de crédito local são espaços institucionais onde convergem o giro monetário, o exercício da influência e as redes dos negócios e da política. A sua análise e a dos seus corpos dirigentes surge como uma boa maneira de se avançar numa descrição mais clara do grupo dos principais protagonistas dos negócios e do capital nos Açores, ajudando-nos a perceber quem eles eram e quais os seus interesses e as suas práticas. Simultaneamente, ela permitir-nos-á compreender melhor o desempenho económico do distrito e perceber que, por detrás dos discursos mais pessimistas, havia uma realidade económica, por vezes pouco visível, mas que manifestava um relativo dinamismo. De facto, numa ilha que esteve afectada pela escassez de moeda até ao final da década de 1880, que manteve défices quase constantes na balança de pagamentos ao longo de quase todo este período, e cuja economia era ciclicamente classificada como estando em crise, as caixas económicas locais sobreviveram, prosperaram e foram-se modernizando. [...]
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/373
Aparece nas colecções:ARQ - Hist2s - Vol 06 (2002)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Paulo_Silveira_Sousa_p293-346.pdf141,53 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.