Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3585
Título: Os sistemas de recompensas e sua influência na gestão de recursos humanos : uma aplicação para os Açores
Autor: Ataíde, Maria Lúcia Furtado
Orientador: Faria, Sandra Dias
Palavras-chave: Gestão
Motivação Profissional
Recompensa
Recursos Humanos
Motivation
Organizational Justice
Reward Systems
Data de Defesa: 28-Jul-2015
Citação: Ataíde, Maria Lúcia Furtado. "Os sistemas de recompensas e sua influência na gestão de recursos humanos: uma aplicação para os Açores". 2015. 149 p.. (Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais). Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2015.
Resumo: A globalização tornou o ambiente organizacional mais complexo e competitivo. Novos conceitos emergiram e foram adotados. O conceito de capital humano ascendeu como fator essencial para o sucesso das organizações. O sistema de recompensas é o catalisador de mudanças de atitudes face aos trabalhadores, o qual influi na motivação para o trabalho e na perceção da justiça organizacional. A sua elaboração deve ter critérios de clareza, transparência e equidade mensuráveis e que sejam percecionados como justos, por forma a abranger todos os trabalhadores retidos e atrair novos trabalhadores. O foco está em atingir todos os segmentos da população trabalhadora e auscultá-los, no sentido de conseguir alinhamento e convergência entre as pessoas e a organização. Existe uma multiplicidade de abordagens à gestão de recompensas, contudo as várias opções só fazem sentido para a organização que as adopta, no entanto, num mundo cada vez mais globalizado, é necessário ter em conta as necessidades e aspirações da sua população, bem como o ROI que poderá advir, tendo sempre presente o custo devido à elevada percentagem de montantes absorvidos pelos Recursos Humanos. A base de equilíbrio deve manter-se entre convergência de interesses: motivação versus alinhamento de objetivos organizacionais.
ABSTRACT: Globalization has made organizational environments ever more complex and competitive. New concepts have emerged and have been adopted. The notion of human capital has grown and become an essential factor towards organizational success. The reward system has been critical in leading towards a different attitude regarding workers and this impacts their motivation regarding work as well as the perception of organizational justice. Its production should be based on criteria such as clarity, transparency, equality, measurability and should be perceived as fair in order to reach all existing workers as well as attract potential workers. The focus should be put on all segments of the working population and attend to them in the sense of achieving alignment and convergence between the people and the organization. There is an extensive spectrum of rewards; however the different options only make sense to the organizations which adopt them. Nevertheless, in a more than ever globalized world, it is necessary to keep in mind the population’s needs and aspirations and to think about the outcome of the ROI, whilst never forgetting the costly investment put towards and absorbed by Human Resources. The balance should be reached through convergence of interests: motivation versus alignment of organizational goals.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Ciências Económicas e Empresariais, 28 de Julho de 2015, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3585
Designação: Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais
Aparece nas colecções:DEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.