Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/353
Título: Balanço de um século no Portugal anterior ao encontro do Brasil
Autor: Moreno, Humberto Baquero
Palavras-chave: História de Portugal (sécs. XIV-XV)
Data: 2001
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. História". ISSN 0871-7664. 2ª série, vol. 5 (2001): 545-560
Relatório da Série N.º: História. 2ª série;vol. 5
Resumo: Na viragem do século XIV para o século XV Portugal debatia-se com sérios e complexos problemas resultantes de um desgaste provocado pelas guerras com Castela. Com efeito, os conflitos bélicos verificados no reinado de D. Fernando tinham enfraquecido e pauperizado o território. O processo de recuperação apresentava-se moroso e de difícil solução. Numa conjuntura assaz complicada, a instável política daquele monarca usou a filha, do seu casamento com D. Leonor de Teles, como moeda de troca. Tinha D. Beatriz apenas quatro anos, decorria o ano de 1376, quando se ajustou o seu casamento com D. Fradique, filho ilegítimo de Henrique de Castela e de D. Beatriz Ponce de Leão. Com a vulnerabilidade que caracterizava o rei D. Fernando, este acordo acabou por não se concretizar. Deste modo, em 1380, ofereceram à infanta como noivo, o infante D. Henrique, filho de João I de Castela, com menos de um ano de vida. De novo se verificou o incumprimento do acordado. Com a chegada das tropas inglesas a Lisboa, em 1381, para combater os castelhanos, o rei de Portugal acordou o casamento de sua filha com Eduardo, filho do conde de Cambridge, sem que tal acontecesse. Depois, ainda, outra tentativa falhada, o casamento não concretizado de D. Beatriz com o infante D. Fernando de Castela. Acabaria finalmente por ajustar-se o matrimónio da infanta com D. João I de Castela, que entretanto enviuvara em 13 de Setembro de 1382. Em Salvaterra de Magos, em 30 de Abril de 1383, o rei de Castela através de um seu representante recebeu D. Beatriz por sua mulher. Com este acto abria-se o caminho para uma série de calamidades infindáveis, que viriam a despoletar uma grave crise com o falecimento do rei D. Fernando em 22 de Outubro de 1383. [...]
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/353
ISSN: 0871-7664
Aparece nas colecções:ARQ - Hist2s - Vol 05 (2001)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Humberto_Moreno_p545-560.pdf45,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.