Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3484
Título: Para a defesa de uma Ética Ambiental Antropocentrada
Outros títulos: Towards an Anthropocentred Environmental Ethics
Autor: Costa Carvalho, Magda
Palavras-chave: Antropocentrismo
Valor
Natureza
Ética Ambiental
Data: Jul-2015
Editora: Núcleo de Ética e Filosofia Política da Universidade Federal de Santa Catarina
Citação: Costa Carvalho, Magda (2015). "Para a defesa de uma Ética Ambiental Antropocentrada", ethic@ : An international Journal for Moral Philosophy, 14(1): 147-163. eISSN: 1677-2954.
Resumo: Os debates produzidos pelas éticas ambientais contemporâneas tendem a recusar, na sua maioria, qualquer abordagem de fundo antropocêntrico, identificando esta postura com uma desvalorização da natureza em detrimento dos interesses humanos. Para além disso, é comum entenderem-se os interesses da espécie humana como uma instrumentalização abusiva do ambiente, sobretudo com a finalidade de produzir bem-estar social e económico. A presente reflexão pretende contestar estas posições, promovendo uma distinção entre a legítima percepção e valorização da natureza a partir do ponto de vista humano e uma ilegítima atitude de desvalorização e instrumentalização do meio ambiente. Procuraremos defender uma atitude que tem sido caracterizada entre os especialistas como um antropocentrismo fraco ou moderado, cujo alcance e potencialidades éticas não nos parecem ter recebido ainda a devida atenção.
ABSTRACT: Discussions generated by today’s environmental ethics tend to decline, in the greater part, any approach with an anthropocentric basis, identifying this position with a devaluation of Nature at the expense of human concerns. Furthermore, it is common to regard human concerns as an abusive exploitation of the Environment, especially in order to produce social and economic well-being. The current paper aims at contesting these standpoints by promoting a distinction between the legitimate perception and valuation of Nature from the human point of view and the illegitimate attitude of devaluation and exploitation of the Environment. We shall seek to defend an attitude that has been called, among experts, a weak or moderate anthropocentrism, whose reach and ethical potential have not yet been properly considered.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3484
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1677-2954.2015v14n1p147
Versão do Editor: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ethic/article/view/1677-2954.2015v14n1p147
Aparece nas colecções:DHFA - Artigos em Revistas Internacionais / Articles in International Journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MCCarvalho_Para a defesa de uma Etica Ambiental Antropocentrada.pdf582,74 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.