Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3477
Título: Determinantes do rating soberano
Autor: Ferreira, Manuel Bettencourt Soares
Orientador: Teixeira, João Carlos Aguiar
Palavras-chave: Crise Financeira Internacional
Dívida do Governo
Estatística
Rating Soberano
International Financial Crisis
Sovereign Rating
Data de Defesa: 28-Mai-2015
Citação: Ferreira, Manuel Bettencourt Soares. "Determinantes do rating soberano". 2015. 49 p.. (Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais). Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2015.
Resumo: Esta dissertação avalia quais os fatores macroeconómicos, externos, governamentais e qualitativos que determinam o rating soberano atribuído pelas agências de notação Moody's, Fitch e Standard & Poor's, utilizando dados de painel de uma amostra de 86 países, agrupados em 7 regiões geográficas, entre os anos de 1993 e 2013. Investigamos, igualmente, se existem diferenças significativas nestas notações em função da região geográfica e do período anterior ou posterior ao início da crise financeira internacional, aprofundando mais detalhadamente a situação na Zona Euro, dado ser a região que inclui Portugal. Da estimação de um modelo típico de rating soberano resultou que existe uma relação estatisticamente significativa entre o rating soberano e variáveis como o PIB per capita, a taxa de crescimento real do PIB, o desemprego, a inflação, o investimento, a dívida externa, a conta corrente, o risco de liquidez, a dívida pública, o incumprimento, o índice de corrupção e a estabilidade política. Pelo contrário, as variáveis reservas/importações, termos de troca e saldo fiscal não têm um efeito estatisticamente significativo sobre o rating. Adicionalmente, verificamos que o rating soberano depende da região geográfica de cada país, além de que a crise financeira internacional, que se iniciou em 2008, tem um efeito negativo sobre o rating.
ABSTRACT: This paper evaluates which macroeconomic, external, government and qualitative factors determines the sovereign credit rating assigned by rating agencies like Moody's, Fitch and Standard & Poor's, using a sample of panel data of 86 countries, grouped by 7 geographic regions, between 1993 and 2013. We also investigated whether there are significant differences in these ratings according to its geographical region and the period before or after the beginning of the international financial crisis, deepening in more detail the situation in the Eurozone, as it is the region that includes Portugal. From the estimation of a typical sovereign credit rating model resulted that there is a statistically significant relationship between the sovereign rating and variables such as the GDP per capita, the real growth rate of GDP, the unemployment, the inflation, the investment, the external debt, the current account balance, the liquidity risk, the government debt, the default history, the level of corruption and the political stability. On the contrary, the variables reserves/imports, terms of trade and fiscal balance have no statistically significant effect on the rating. Additionally, we find that the sovereign rating depends on the geographical region of each country, and that the international financial crisis, which began in 2008, has a negative effect on the rating.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Ciências Económicas e Empresariais, 28 de Maio de 2015, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3477
Designação: Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais
Aparece nas colecções:DEG - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoResumoIndIntrodMBSF2015.pdfResumo, Índice, Introdução122,77 kBAdobe PDFVer/Abrir
DissertMestradoManuelBettencourtSoaresFerreira2015.pdfDissertação de Mestrado366,9 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.