Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3473
Título: As crónicas jornalísticas de Horácio Bento de Gouveia e afirmação da identidade madeirense
Autor: Faria, Lisandra Carolina Ornelas
Orientador: Gil, Ana Cristina Correia
Palavras-chave: Horácio Bento Gouveia
Crónica
Identidade Madeirense
Jornalismo
Journalistic Chronicle
Madeira's Cultural Identity
Data de Defesa: 3-Jun-2015
Citação: Faria, Lisandra Carolina Ornelas. "As crónicas jornalísticas de Horácio Bento de Gouveia e afirmação da identidade madeirense". 2015. 158 p.. (Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação). Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2014.
Resumo: Presença assídua na imprensa madeirense, Horácio Bento de Gouveia reúne um vasto espólio de textos jornalísticos cujo tema central é a ilha da Madeira. Ao longo de mais de seis décadas de colaboração periodística, o autor elaborou uma análise à Madeira do século XX, abordou algumas vivências, rituais e objetos característicos da ilha, comparou-os com os demais povos, realçando assim algumas das características identitárias da ilha. Pela sua linguagem, regularidade, forma e conteúdo, os escritos bentianos são maioritariamente inseridos no género jornalístico "crónica", um tipo de texto opinativo que se propõe desenvolver os mais variados assuntos e que está introduzido na fronteira ténue e dual entre os universos da literatura e do jornalismo, o que despoletou a necessidade de uma breve análise e definição da noção de crónica jornalística. Entendida como uma intervenção de natureza livre, a crónica, nos jornais, dá predominância à subjetividade de quem escreve, como se comprova através dos textos de Horácio Bento, em que, em muitos momentos, o cronista madeirense expressa o seu parecer e a sua faceta regionalista, nomeadamente quando exalta alguns dos costumes arcaicos que ainda se podem encontrar em determinadas zonas da Madeira e quando revela traços inerentes à sua ilha. Embora ainda não esteja teoricamente consolidada, a identidade madeirense é hoje em dia um tema em debate. Desde a sua descoberta, no século XV, a ilha absorveu um conjunto de usos, costumes e tradições dos primeiros colonizadores e, com o passar dos anos, estas formas de ser e de agir moldaram-se à realidade madeirense e assumiram-se como características identitárias daquele espaço e daquele povo. Ainda que seja um território insular e tenha, por isso, maior facilidade em preservar os traços caracteriológicos primitivos, a identidade madeirense, pela vertente turística da ilha, foi também sucessivamente sendo modificada com base em influências exteriores.
ABSTRACT: Horácio Bento de Gouveia, a constant presence in Madeira press, has a wide collection of journalistic chronicles about Madeira island. Over six decades, the columnist analysed Madeira island during the 20th century, approached some experiences, rituals and characteristic objects of the island, comparing them with other people and highlighting some of Madeira's cultural identity characteristics. For his language, regularity, form and content, the most part of the Bento Gouveia's texts are classified as "chronicles". This is a journalistic genre that is a kind of opinion text that proposes to develop several subjects and that is situated on the dual and tenuous border between literature and journalism. This situation took me for a brief analysis and definition of the concept of journalistic chronicle. Understood as a free intervention, the chronicle, in the newspapers, gives predominance to the writer's subjectivity, as we can see through Horácio Bento’s texts. In several moments, the chronicler expresses his opinion and its regionalist point of view particularly when he exalts some archaic traditions that can still be found in certain areas of Madeira and when he reveals traits inherent to his island. Madeira's cultural identity is today a topic of debate but still it is not a consolidated theoretical concept. Since its discovery, in the fifteenth century, the island has absorbed a set of traditions of the early settlers and, over the years, these ways of being and acting molded Madeira's reality and became part of the identity of that space an of that people. Although it is an insular territory and therefore it is easier to preserve the primitive traits, Madeira's cultural identity, by the effect of tourism, has also been successively modified by external influences.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Ciências da Comunicação, 3 de Junho de 2015, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3473
Designação: Mestrado em Ciências da Comunicação
Aparece nas colecções:DLLM - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoLisandraCarolinaOrnelasFaria2015.pdfVersão Avaliada9,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.