Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3418
Título: Conceções dos educadores portugueses sobre a linguagem escrita : um estudo de caso
Autor: Santos, Ana Isabel
Martins, Margarida Alves
Palavras-chave: Educação de Infância
Abordagem à Linguagem Escrita
Conceções dos Educadores
Early Childhood Education
Emergent Literacy
Teachers' Beliefs
Data: Jul-2014
Editora: Universidad da Coruña/Universidade do Minho
Citação: Santos, A. I. & Martins, M. A. (2014). "Conceções dos educadores portugueses sobre a linguagem escrita: um estudo de caso". «Revista de Estudios y Investigación en Psicología e Educación», 1(1): 26-34. ISSN 1138-1663.
Resumo: O presente artigo pretende dar conta dos resultados de uma investigação realizada junto de um grupo de 18 educadoras de infância a trabalhar em escolas da rede pública da Ilha Terceira, Açores, Portugal, cujo objetivo foi o de compreender a sua perspetiva acerca da abordagem à linguagem escrita no âmbito da educação de infância. Foram avaliados aspetos como a posição pedagógica e metodológica que as educadoras afirmam adotar na sua intervenção pedagógica e os processos de aprendizagem que afirmam privilegiar como promotores da literacia nas suas salas. A entrevista realizada durante o segundo trimestre do ano escolar permitiu concluir que a forma de pensar destas educadoras, acerca do desenvolvimento da linguagem escrita, caracteriza-se, basicamente, pelo distanciamento relativamente a uma perspetiva emergente da literacia, centrada nas crianças, pela atribuição de uma acentuada importância às atividades e estratégias de intervenção direta e pelo défice de conhecimentos sobre a forma como se desenvolvem os processos de leitura e escrita em crianças pré-escolares.
ABSTRACT: The aim of this paper is to present the results of a study developed with teachers of 18 public kindergartens in Terceira Island, Azores, Portugal, in order to understand their perspective about the written language development on preschool children. To evaluate the teachers' beliefs, there was taken into account some aspects such as the methodology that they assume as characteristics of their practices, their pedagogical stand and the pedagogical processes that they assure to privilege in order to promote the development of children attending these kindergartens. The interview conducted during the second trimester of the scholar year, allowed to conclude that teachers' way of thinking about written language is basically characterized for a lack of an emergent literacy perspective, focus on children, pointing out aspects such as a remarkable importance attributed to activities and direct intervention strategies and the deficit of knowledge about the development of children's conceptualizations on reading and writing.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3418
ISSN: 1138-1663
Versão do Editor: http://revistas.udc.es/index.php/reipe/article/view/19
Aparece nas colecções:DEDU - Artigos em Revistas Internacionais / Articles in International Journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Conceções dos Educadores... Ana Isabel Santos.pdf306,02 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.