Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3417
Título: Contributos da Ética Ambiental para um mundo em crise : de uma teoria integrada à perspectiva biocultural
Autor: Costa Carvalho, Magda
Palavras-chave: Ética
Ética Ambiental
Natureza
Ação Humana
Diversidade Biocultural
Data: 2014
Editora: Ediccións Correo, S.A.U (Grupo Correo Gallego)
Citação: Costa Carvalho, Magda, "Contributos da Ética Ambiental para um mundo em crise: de uma teoria integrada à perspectiva biocultural", em Cultura, Educación e Innovación. Actas de los XI Encuentros Internacionales de Filosofía en el Camino de Santiago, coord. Marcelino Agis Villaverde et al., Ediccións Correo, Santiago de Compostela, 2014, pp. 405-419.
Resumo: Desde que se institucionalizou como disciplina autónoma, no final da década de 80, a Ética Ambiental tem consolidado num léxico próprio noções como "antropocentrismo", "biocentrismo" ou "ecocentrismo". Com estes conceitos, torna-se possível balizar os debates entre os autores e, simultaneamente, situar as interpretações num horizonte teórico que se estende desde a sobrevalorização da vida humana até à sua redução a simples parte no todo biótico. Contudo, a matriz da Ética Ambiental, os objectivos que estiveram na sua origem e a urgência dos dilemas concretos com que se depara não são compatíveis com uma configuração meramente polemista ou académica desta disciplina. Neste contexto, a perspectiva biocultural tem-se afirmado como uma proposta interdisciplinar que integra o ser humano na biodiversidade natural, sublinhando a especificidade dessa inserção na dialéctica entre a biologia e a cultura. A perspectivação da linguagem enquanto padrão orientador da acção humana sobre o ambiente leva à recuperação de modos de viver e de dizer antigos, que tendem a perder-se nos actuais processos de globalização. É, então, necessário compreender que a perda de biodiversidade natural não constitui o núcleo da crise ambiental contemporânea, mas antes a perda da diversidade biocultural. Relacionando o conhecimento ancrestral sobre o que nos rodeia, o património linguístico da humanidade e o meio ambiente, o bioculturalismo identifica os modelos educativos hegemónicos como uma das causas para a perda de diversidade biocultural.
Descrição: XI Encuentros Internacionales de Filosofía en el Camino de Santiago: Cultura, Educación e Innovación. Santiago de Compostela 13, 14 e 15 de Setembro de 2012.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3417
ISBN: 978-84-8064-205-7
Aparece nas colecções:DHFCS - Parte ou Capítulo de um Livro / Part of Book or Chapter of Book

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MCCarvalho, 2014, Contributos da Ética Ambiental.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.