Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/321
Título: Uma certa maneira de estar na vida : Eduardo Mayone Dias, cronista da diáspora e outras margens
Autor: Fagundes, Francisco Cota
Palavras-chave: Crónica
Literatura Portuguesa (séc. XX)
Data: 2000
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. História". ISSN 0871-7664. 2ª série, vol. 4, nº 2 (2000): 509-532
Relatório da Série N.º: História. 2ª série;vol. 4(2)
Resumo: Até hoje Eduardo Mayone Dias publicou seis livros de crónicas: Crónicas das Américas (1981), Coisas da LUSAlândia (1983), Novas Crónicas das Américas (1986), Crónicas da Diáspora (1993), Miscelânea LU.S.A.landesa e O Meu Portugal Antigo e Distante (1997). Este estudo pretende contribuir para uma tipologia das crónicas de Eduardo Mayone Dias, propondo ao mesmo tempo algumas achegas para uma leitura do itinerário temático e ideológico da crónica eduardiana vis-à-vis uma das constantes mais dramáticas da experiência portuguesa deste século: a diáspora, nas modalidades principais de emigração assalariada e exílio. Conquanto abarque os seis volumes de crónicas, este trabalho privilegiará O Meu Portugal Antigo e Distante. O título do meu trabalho, “uma certa maneira de estar na vida”, é uma frase tirada - e aqui empregada numa acepção distinta da que possui no seu contexto original - de uma das crónicas eduardianas mais justamente célebres: “Ferry Street - a Rua Mais Portuguesa da América”. [...]
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/321
ISSN: 0871-7664
Aparece nas colecções:ARQ - Hist2s - Vol 04 - N 2 (2000)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Francisco_Fagunde_p509-532.pdf66,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.