Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3121
Título: Perceção dos riscos ocupacionais pelos técnicos de radiologia da Região Autónoma dos Açores
Autor: Gomes, Carolina Alexandra
Orientador: Rego, Isabel Estrela
Silva, Luís Filipe Dias
Palavras-chave: Percepção de Risco
Risco Ocupacional
Risco Profissional
Segurança no Trabalho
Técnico de Radiologia
Açores
Data de Defesa: 23-Abr-2013
Citação: Gomes, Carolina Alexandra. "Perceção dos riscos ocupacionais pelos técnicos de radiologia da Região Autónoma dos Açores". 2013. 97 p.. (Dissertação de Mestrado em Ambiente, Saúde e Segurança). Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2012.
Resumo: O sector da saúde apresenta um vasto leque de profissões cujo exercício comporta a exposição a riscos. É neste ambiente que encontramos o técnico de radiologia que, para além dos riscos ocupacionais em comum com os outros profissionais de saúde, está sujeito ao risco acrescido da exposição à radiação ionizante. Este estudo tem como objetivo investigar a perceção dos riscos ocupacionais pelos técnicos de radiologia da Região Autónoma dos Açores, em várias dimensões relativas ao risco: conhecimento, gravidade, vulnerabilidade, controlabilidade e comportamento. Para isso foi criado, como instrumento de investigação, um questionário com variáveis que abordaram as várias dimensões dos riscos ocupacionais, que foi testado e aplicado a uma amostra de técnicos de radiologia residentes nos Açores. Os dados recolhidos foram analisados através de técnicas estatísticas padrão. A amostra de estudo é maioritariamente feminina, licenciada, com idade menor ou igual aos 30 anos e com tempo de serviço menor ou igual aos 10 anos de trabalho. Esses profissionais, na sua maioria, apresentam-se numa situação de nomeação definitiva, trabalham em centros de saúde e praticam as suas funções, em grande parte do tempo de serviço, na área da radiologia convencional/digital. Através dos resultados obtidos, verificou-se que os técnicos de radiologia consideram possuir um bom conhecimento acerca dos riscos ocupacionais e também que exercem uma profissão de risco elevado, nomeadamente por comparação com outras profissões. Entre os principais resultados relativos à perceção do risco ocupacional por parte dos técnicos de radiologia, contam-se os seguintes: i) atribuem maior gravidade ao corte ou picada com agulha contaminada mas é à radiação ionizante que referem estar mais expostos; ii) afirmam estar sob um nível médio a elevado de exposição aos riscos ocupacionais no geral; iii) afirmam controlar bem os riscos a que estão expostos; iv) sentem-se preparados para gerir as situações de risco; vi) dizem ter adquirido comportamentos de minimização e eliminação dos riscos. A maioria dos respondentes afirma que são criadas condições pela entidade patronal para o exercício de funções com a ocorrência do menor risco possível. Dizem ter uma boa formação base mas mencionam, na sua grande maioria, a inexistência de formação contínua na área dos riscos ocupacionais. Os fatores sexo e idade não revelam ter efeito na perceção dos riscos ocupacionais, ao contrário dos fatores formação contínua e entidade patronal que revelam ter influência a esse nível. De uma forma geral, os técnicos de radiologia mostram uma certa homogeneidade na perceção dos riscos ocupacionais.
ABSTRACT: The health sector provides a wide range of professions whose practice involves exposure to risks. In this environment we find the Radiographer who, in addition to occupational hazards in common with other health professionals, is subject to increased risk of exposure to ionizing radiation. This study aims to investigate the perception of occupational hazards by Radiographers from the Azores, in several dimensions related to risks: knowledge, severity, vulnerability, controllability and behavior. For it was created as a research tool, a questionnaire with variables that addressed the various dimensions of occupational risk, which has been tested and applied to a sample of Radiographers living in the Azores. The data collected were analyzed using standard statistical techniques. The study sample is predominantly female, licensed, aged less than or equal to 30 years and with service time less than or equal to 10 years of work. These professionals mostly present themselves in a situation of permanent appointment, working in health centers and practicing their duties largely on length of service in the field of conventional radiology / digital. Through the results, it was found that Radiographers consider having a good knowledge of occupational hazards and also practicing a profession high risk, particularly in comparison with other professions. Among the main results related to the occupational risk perception on the part of Radiographers, include the following: i) assign greater severity to cut or contaminated needlestick injury but is to ionizing radiation that they refer being more exposed ii) in general, claim to be under a medium to high level of exposure to occupational hazards iii) they claim control the risks they are exposed iv) they feel prepared to manage risk situations; vi) they say they have acquired behaviors minimization and elimination of risks. Most respondents said that the employer create conditions to perform duties with the occurrence of the lowest possible risk. Claim to have a good training base but, the most part mention the lack of training in the area of occupational hazards. The factors sex and age are irrelevant to have an effect on perception of occupational hazards, unlike factors training and employer that reveal have influence that level. In general, Radiographers show certain homogeneity in the perception of occupational hazards.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Ambiente, Saúde e Segurança, 23 de Abril de 2013, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3121
Aparece nas colecções:DB - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoResumoIndIntrodCAG2013.pdfResumo, Índice, Introdução362,97 kBAdobe PDFVer/Abrir
DissertMestradoCarolinaAlexandraGomes2013.pdfDissertação de Mestrado867,58 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.