Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/3081
Título: Biology, ecology and conservation of mobulid rays in the Azores
Autor: Sobral, Ana Filipa Lourenço
Orientador: Afonso, Pedro
Palavras-chave: Biologia
Ecologia
Mobulídeo
Raia
Manta birostris
Mobula tarapacana
Açores
Azores
Data de Defesa: 12-Dez-2013
Citação: Sobral, Ana Filipa Lourenço. "Biology, ecology and conservation of mobulid rays in the Azores". 2013. IV, 78 p.. (Dissertação de Mestrado, Estudos Integrados dos Oceanos). Horta: Universidade dos Açores, 2013.
Resumo: Os Mobulídeos são elasmobrânquios altamente migradores, alguns dos quais aparentemente agregam em locais e épocas específicos. Devido às suas estratégias de vida conservadoras, têm uma baixa capacidade intrínseca de suportar e recuperar das actuais ameaças a nível global, incluindo pescarias direccionadas, captura acidental, destruição de habitat, poluição e turismo não regulamentado. Contudo, apesar de, hoje em dia, serem espécies icónicas que suportam importantes indústrias na área do ecoturismo, a maioria das questões relativas à sua biologia e ecologia permanecem por responder, impedindo a identificação e implementação de medidas de conservação e gestão adequadas. Este estudo providencia uma checklist actualizada da família Mobulidae para os Açores, Atlântico Norte, baseada numa base de dados extensiva de fotografia, vídeo e avistamentos visuais, e também na re-avaliação de citações existentes para a região. Existem, pelo menos, três espécies de mobulídeos que ocorrem nos Açores, possivelmente quatro: Manta birostris (ocasional), Mobula tarapacana (frequente sazonalmente), e uma ou ambas do complexo de espécies Mobula mobular/M. japanica (rara). Este é o primeiro estudo a fornecer informação detalhada acerca da ecologia espacial de M. tarapacana na sua distribuição circumglobal. Demonstrando que, na região, esta espécie mostra uma preferência marcada por montes submarinos de baixa profundidade, que alguns destes habitates suportam grandes e contínuas agregações de adultos (banco Princesa Alice e Ambrósio), e que estas agregações parecem estar restritas aos meses mais quentes. Uma base de dados fotográfica para mobulídeos e um programa para a foto-identificação de M. tarapacana, baseado nos seus padrões de coloração ventrais, foram também desenvolvidos e implementados, no que constitui a primeira, e promissora, tentativa mundial de uso da foto-identificação como ferramenta para estudos demográficos de uma espécie do género Mobula. Considerando a natureza altamente migratória destas espécies e a actual vulnerabilidade dos locais de agregação conhecidos mais importantes, os resultados deste estudo têm, muito provavelmente, implicações directas para a conservação das populações de mobulas no Atlântico Norte, em particular de M. tarapacana. Investigação futura é urgente para obter mais informação acerca da ecologia e biologia da família Mobulidae na região e no Atlântico.
ABSTRACT: Mobulids are large migratory elasmobranchs, some of which appear to aggregate at specific locations and times. Due to their conservative life history traits, mobulids have low intrinsic capacity to sustain and recover from current threats globally, including directed fisheries, incidental capture, habitat destruction, pollution and unregulated tourism. Yet, although they are nowadays iconic species that support important ecotourism industries, most questions regarding their biology and ecology remain unanswered, hampering the identification and implementation of adequate conservation and management measures. This study provides an updated checklist of the family Mobulidae for the Azores, mid-North Atlantic, based on an extensive photographic, video and visual sighting database, and on the re-evaluation of previous citations for the region. There are, at least, three species of mobulids occurring in the Azores, possibly four: Manta birostris (occasional), Mobula tarapacana (seasonally frequent), and one or both of the Mobula mobular/M. japanica species complex (rare). This is the first study to provide detailed information on the spatial ecology of M. tarapacana across its circumglobal distribution. It demonstrates that, in the region, this species shows a marked preference for shallow seamounts, that some of these habitats support large and continuous aggregations of adults (Princesa Alice bank and Ambrósio reef), and that these aggregations seem to be restricted to the warmer months. A photographic database for mobulids and a program for the photo-identification of M. tarapacana based on ventral color patterns were also developed and implemented, in what constitutes the first and promising worldwide attempt to use photo-ID as a tool for Mobula demographic studies. Considering the highly migratory nature of these species and the current vulnerability of the most important, known aggregations sites, the findings in this study most possibly have direct implications for the conservation of the north Atlantic populations of Mobulas, in particular of M. tarapacana. Future research is urgent to learn more about the ecology and biology of the Mobulidae in the region and in the Atlantic.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Estudos Integrados dos Oceanos, 12 de Dezembro de 2013, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/3081
Aparece nas colecções:DOP - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoAnaFilipaLourencoSobral2013.pdf1,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.