Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2981
Título: Cultivo Intensivo de Microalgas na Região Autónoma dos Açores: uma Abordagem Biotecnológica Integrada
Outros títulos: Intensive Growth of Microalgae in the Azores: an Integrated Biotechnological Approach
Autor: Xavier, Emanuel D.
Mota, Gonçalo
Teves, Luis
Reis, Alberto
Azevedo, José M. N.
Neto, Ana I.
Palavras-chave: Cultivo
Microalgas
Biotecnología
Açores
Culture
Microalgae
Biotechnology
Azores
Data: 2013
Editora: Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura
Citação: Xavier ED, Mota G, Teves L, Reis A, Azevedo JMN, Neto AI (2013). "Cultivo intensivo de microalgas na Região Autónoma dos Açores: uma abordagem biotecnológica integrada". In Livro de Atas das Jornadas "Ciência nos Açores - que futuro? Tema Ciências Exactas e da Engenharia", pp. 229-231. Fundo Regional da Ciência, Ponta Delgada, Portugal.
Resumo: As microalgas são os organismos fotossintéticos de maior produtividade. A sua grande diversidade metabólica e fisiológica torna-as na fonte sustentável de uma grande variedade de produtos com interesse comercial. Nos últimos anos, muito interesse tem sido focado no potencial biotecnológico das microalgas, principalmente devido à identificação de diversas substâncias sintetizadas por estes organismos. Várias espécies são cultivadas comercialmente em alguns países, sendo a biomassa produzida utilizada como fonte de produtos para aplicação na indústria de alimentos, farmacêutica, médica, nutracêutica, cosmética e aquacultura. Apesar do crescente interesse internacional na biotecnologia de microalgas, a investigação nesta área no Arquipélago dos Açores está ainda numa fase inicial. Mesmo assim, os resultados obtidos na produção de astaxantina a partir de Haematococcus pluvialis foram extremamente promissores e deverão levar ao desenvolvimento de um projeto de investimento ainda no corrente ano. Atualmente está em curso um estudo que visa identificar e isolar estirpes autóctones de microalgas e valorizar o respetivo potencial biotecnológico na produção de metabolitos de elevado interesse comercial, utilizando como forma de produção de biomassa o cultivo em fotobioreactores submetidos às condições edafoclimáticas dos Açores.
ABSTRACT: Microalgae are the photosynthetic organisms of highest productivity. Their vast physiological and metabolic diversity has been the sustainable source of a variety of products with commercial interest. In recent years, much interest has been focused on the biotechnological potential of microalgae, mainly due to the identification of various substances synthesized by these organisms. In certain countries several species are grown commercially where biomass is produced and utilized as a source of products for application in the food, medical, pharmaceutical, nutraceutical and cosmetic industries, and aquaculture. Research in this area in the Azores Archipelago is still in an initial phase. However, the results for the production of astaxanthin from Haematococcus pluvialis were promising and should lead to the development of an investment project in the current year. Currently a study is in progress which aims to identify and isolate native strains of microalgae and enhance the respective biotechnological potential for the production of metabolites of high commercial interest, using fotobioreactores for biomass production adapted to the edaphoclimatic conditions of the Azores.
Descrição: Jornadas "Ciência nos Açores – que futuro? Tema Ciências Naturais e Ambiente", Ponta Delgada, 7-8 de Junho de 2013.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2981
Aparece nas colecções:DBIO - Comunicações a Conferências / ConferenceItem

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2013_Xavier_etal_JCiencia_atas_pp229-231.pdf1,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.