Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2887
Título: As expressões artísticas no Pré-Escolar e 1º ciclo do Ensino Básico e o desenvolvimento da autonomia e da cooperação
Autor: Silva, Mónica Borges
Orientador: González, Pedro Francisco
Palavras-chave: Autonomia
Educação Pré-Escolar
Ensino Básico (1º Ciclo)
Expressão Artística
Autonomy
Cooperation
Preschool Education
Artistic Activity
Data de Defesa: 20-Jun-2013
Citação: Silva, Mónica Borges. "As expressões artísticas no Pré-Escolar e 1º ciclo do Ensino Básico e o desenvolvimento da autonomia e da cooperação". 2013. iv, 100 p.. (Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico) – Angra do Heroísmo: Universidade dos Açores, 2013.
Resumo: O presente relatório é um descritivo e reflexão dos acontecimentos mais relevantes de uma experiência de estágio inserido no Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, na Especialidade em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Este constitui-se em três partes. A primeira parte é referente ao enquadramento teórico do tema, na segunda parte exponho a metodologia utlizada em ambos os estágios (Prática Pedagógica I – Pré-Escolar; Prática Pedagógica II – 1º Ciclo do Ensino Básico) e como foram recolhidos os dados para tratamento de informação. Na terceira e última parte descrevo a situação de ensino com que me deparei, as medidas e estratégias tomadas e as evoluções sentidas. As diferenças entre o estágio no Pré-Escolar e no 1º Ciclo do Ensino Básico foram evidentes. Enquanto na primeira sala me deparei com um ambiente amistoso onde reinava um sentido de Cooperação e Autonomia, na segunda situação já não avistei as mesmas condições de trabalho. Toda a atividade no Pré-Escolar consistiu na sua maioria em dar continuidade ao que era realizado naquela sala até ao início do meu estágio. O 1º Ciclo por sua vez tornou-se uma espécie de laboratório onde pude observar de perto a implementação de novas estratégias com uma maior dinamização e registar os resultados que dai emergiram. O que foi desenvolvido proporcionou um envolvimento da turma nos acontecimentos de sala de aula, tendo assim cada elemento constituinte deste grupo, uma voz ativa, passando de meros recetores de informação para serem os construtores e gerentes das suas aprendizagens e interações. Em suma, o trabalho cooperativo, proveniente ou não da atividade artística torna-se assim uma via segura e pertinente no desenvolvimento infantil. Sublinho a importância da atividade artística como espaço para a criatividade e desenvolvimento de atitudes cooperativas e de autonomia nos espaços da sala de aula e da própria escola. A reestruturação da organização das aprendizagens que fomos elaborando com os alunos constitui-se em motor e espaço para a criatividade e desenvolvimento da Autonomia e Cooperação.
ABSTRACT: This report is an account of the most relevant events of an internship experience inserted in the Masters degree in Preschool Education and Teaching 1st Cycle of Basic Education in the Specialty of Preschool Education and Teaching 1st Cycle of Basic Education. This is in three parts. The first part is related to the theoretical framework, in the second part I explain the methodology utilized in both stages (Pedagogical Practice I - Preschool; Pedagogical Practice II - 1st cycle of basic education) and how the data was collected for informational treatment. In the third and last part I describe the teaching situation that I encountered, strategies and measures taken and developments experienced. The differences between the Preschool internship and 1st Cycle of Basic Education were evident. While the first classroom I came across a friendly environment, where, reined a sense of cooperation and autonomy in the second situation I have not spotted the same working conditions. All activities in Preschool consisted mostly of giving continuity to what was done in that classroom until the start of my internship. The 1st Cycle in turn became a kind of laboratory where I could observe closely the implementation of new strategies with greater dynamism and record the results that emerged there from. What was developed provided a class involvement in the events of the classroom, thus having any part of this group, a voice, from mere receivers of information to be managers of their learning and interactions. In short, cooperative work, from the Artistic Activity or not, becomes a safe and appropriate way of child development. I highlight the importance of Artistic Activity for the creative development of cooperative and autonomous attitudes in the classroom and or in the school. The restructuring of the organization of learning that we elaborated with those students was the beginning and place for their creativity, autonomous and cooperation development.
Descrição: Mestrado, Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, 20 de Junho de 2013, Universidade dos Açores (Relatório de Estágio).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2887
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoMonicaBorgesSilva2013.pdfDocumento Principal804,43 kBAdobe PDFVer/Abrir
DissertMestrado-ANEXOS-MBS2013.pdfAnexos2,37 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.