Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2820
Título: O otimismo e a criatividade nas organizações: o caso do turismo
Autor: Pacheco, Lúcia Carla Morais Teixeira
Orientador: Batista, Maria da Graça Câmara
Palavras-chave: Capital Psicológico Positivo
Criatividade
Optimismo
Organizações Positivas
Turismo
Optimism
Creativity
Positive Organizations
Positive Psychological Capital
Data de Defesa: 6-Fev-2014
Citação: Pacheco, Lúcia Carla Morais Teixeira. "O otimismo e a criatividade nas organizações: o caso do turismo". 2014. x, 80 p.. (Dissertação de Mestrado em Gestão de Empresas/MBA) - Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2013.
Resumo: Na atualidade face à crescente competitividade do mercado global e ao contexto económico-social desfavorável, torna-se imperativo que as organizações repensem fatores relevantes na criação/desenvolvimento de um contexto laboral positivo, que permita a continuidade e o sucesso das mesmas. A positividade organizacional pode ser encarada como uma forma alternativa de gestão, que enaltece o capital humano, promovendo na organização um clima de excelência com resultados positivos para os indivíduos e permitido o crescimento e sucesso das organizações. Esta dissertação procurou abordar as organizações positivas relacionando-as com o Capital Psicológico Positivo com foco no otimismo e abordando uma temática de alguma forma recente nos estudos organizacionais positivos, a criatividade. O objetivo do estudo foi aferir a positividade das organizações do setor do Turismo e relacionar este aspeto com a autoavaliação dos colaboradores, identificar nas variáveis do Psycap, quais as que poderiam ter maior impacto na criatividade dos indivíduos e na compreensão das principais características organizacionais. O método de estudo foi o da investigação quantitativa. A criação de uma gestão positiva nas organizações proporciona a capacidade de solucionar problemas tornando as organizações mais humanas e aptas em contextos adversos. Esta mudança permite o crescimento sustentável de todos os intervenientes da organização e desenvolve a sociedade onde esta atua. Nesta perspetiva, realizou-se um estudo, através de um questionário aos colaboradores de várias empresas do setor turístico, nomeadamente a empresas de animação turísticas, agências de viagens e unidades hoteleiras da ilha de São Miguel da Região Autónoma dos Açores. Embora não tenha havido uma boa taxa de resposta, como o esperado inicialmente, existiram outras limitações como por exemplo: o atual clima económico global que origina nas organizações, um ambiente de insegurança que conduz a um pessimismo generalizado. Verificou-se nas organizações em estudo uma pontuação média ao nível de positivismo organizacional, que dado à atual conjuntura pode-se considerar como sendo uma classificação positiva para um setor que procura afirmar-se como uma resposta eficiente no incremento e desenvolvimento económico- social dos Açores. Como continuação deste estudo pode-se sugerir a inclusão do método qualitativo, nomeadamente com recurso a entrevistas para complementar os resultados obtidos, voltar aplicar os questionários para aferir possíveis alterações no posicionamento das organizações neste setor ao nível da positividade organizacional, e abranger mais empresas de Turismo, nomeadamente em outras ilhas do Arquipélago dos Açores. Como implicações para a prática verifica-se a identificação das organizações como intermédia em termos de positividade, e a identificação das variáveis do Capital Psicológico Positivo, com determinados aspetos específicos, nomeadamente com o otimismo e com a criatividade. Isto serve como base para o desenvolvimento e implementação de ações de melhoria de um ambiente organizacional que valorize o capital humano, de forma a aumentar os níveis de impacto positivo no bem-estar físico e psicológico dos indivíduos. O incentivo nas organizações de políticas de conciliação trabalho-família e de melhoramento dos níveis de formação/educação é fundamental para garantir um ambiente organizacional com resultados positivos e de sucesso para todos os intervenientes. A utilização do programa “SPSS - Statistical Package for the Social Sciences” no tratamento dos questionários recolhidos, possibilitou a realização de algumas análises estatísticas, que permitiu a obtenção de várias conclusões consideradas relevantes.
ABSTRACT: Nowadays due to the increasing competitiveness of the global market and its economic and social unfavorable, organizations need to reconsider relevant factors in creating / developing a positive work context, enabling the continuity and success. The positivity in the organizations can be seen as an alternative form of management that enhances human capital, promoting the organization a climate of excellence with positive outcomes for individuals and allowed the growth and success of organizations. This dissertation addresses the theme of positive organizations relating it to the Positive Psychological Capital, focusing in optimism and addressing a recent topic in the positive organizational studies, the creativity. The aim of the study was to measure the positivity of the Tourism sector organizations and relate this aspect to the employee’s self-evaluation, identifying Psycap variables, which can have major impact on the individual’s creativity, and understand the organizational key characteristics. The research method used in this study was quantitative. The creation of a positive management in organizations provides the ability to solve problems by making organizations more human and capable in adverse contexts. This change allows sustainable growth for all stakeholders and develops the society where the organization acts. In this perspective, the study was conducted through a questionnaire to employees of several organizations in the tourism sector, such as: tourist animation companies, travel agencies and hotels in São Miguel Island in the Azores. Although there wasn’t a good response rate, as it was initially expected, there were other limitations such as: the current global economic climate in organizations that leads to an environment of insecurity and widespread pessimism. Results show that the organizations studied were as intermediate in terms of positivity, due to the current situation that can be considered a positive rating for a sector that seeks to establish itself as an efficient response to the socio-economic growth development in the Azores. As a development of this study it can be suggested the inclusion of a qualitative method of interviews to supplement the results. It is also suggested to re-apply the questionnaire to access if there are changes in the organizations positioning in this sector in terms of positivity and to include more tourism companies, especially in other islands of the Azores Archipelago. As for the practical implications of this study we can mention the identification of organizations as intermediate in terms of positivity, and the identification of the Positive Psychological Capital variables, with specific aspects, such as optimism and creativity. This can be used as the base for the development and implementation of actions to improve organizational environment that enhances the human capital in order to increase levels of positive impact on physical well-being and psychological subjects. The incentive policies in organizations in reconciling work and family and improving standards of training / education is critical to ensure an organizational environment with positive results and success for all stakeholders. Using the program "SPSS - Statistical Package for the Social Sciences" in the treatment of questionnaires collected, allowed to carry out some statistical analysis, which has resulted in several findings considered relevant.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Gestão de Empresas/MBA, 6 de Fevereiro 2014, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2820
Aparece nas colecções:DGST - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoLuciaCarlaMoraisTeixeiraPacheco2014.pdf1,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.