Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2770
Título: Namoro na adolescência: atitudes de legitimação de violência e estratégias de resolução de conflitos em adolescente nos Açores
Autor: Gonçalves, Mónica Andreia da Silva
Orientador: Caldeira, Suzana Nunes
Palavras-chave: Adolescente
Namoro
Relação Amorosa
Violência
Data de Defesa: 20-Set-2013
Citação: Gonçalves, Mónica Andreia da Silva. "Namoro na adolescência: atitudes de legitimação de violência e estratégias de resolução de conflitos em adolescente nos Açores". 2013. 75, [10] p.. (Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação) - Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2013.
Resumo: O presente estudo pretende ser um contributo para conhecer o que pensam adolescentes dos Açores sobre o problema social que é a violência na intimidade. Assim, os objectivos desta investigação foram: (1) tomar conhecimento de atitudes de legitimação de adolescentes acerca da violência no namoro, (2) tomar conhecimento de estratégias de resolução de conflitos (abusivas/não abusivas) adoptadas nas relações de namoro, e (3) averiguar se as atitudes de legitimação de violência e as estratégias de resolução de conflitos (abusivas/não abusivas) diferem em função do sexo, ano de escolaridade, nível sócio-económico e autoconceito de adolescentes. A amostra foi recolhida em ambiente escolar e foi constituída por 267 alunos. O protocolo de investigação foi composto pela Escala de Atitudes acerca da Violência no Namoro (EAVN), pelo Inventário de Conflitos nos Relacionamentos de Namoro entre Adolescentes (CADRI), e pela Escala de Piers-Harris (PHCSCS – versão reduzida para investigação). Os resultados mostraram que relativamente às atitudes de legitimação de violência nas relações amorosas, no geral, a maioria dos participantes parece não legitimar o uso da violência nas relações amorosas. No que se refere às estratégias de resolução de conflitos adoptadas nas relações de namoro, no geral, a maioria dos participantes demonstrou não adoptar estratégias de resolução de conflitos abusivas nas suas relações de namoro e afirmou igualmente que os seus parceiros(as) não utilizam estas estratégias. Em relação às estratégias de resolução de conflitos positivas ou não abusivas, no geral, os participantes referiram alguma utilização destas estratégias nas suas relações amorosas e afirmaram igualmente alguma utilização pelos(as) seus(suas) parceiros(as). Na legitimação da violência, apenas a variável sexo se destacou diferencialmente e nas estratégias de resolução de conflitos, só as variáveis sexo e ano de escolaridade foram as que se distinguiram.
ABSTRACT: The present study intends to be a contribution in knowing what the adolescent population of Azores think about the social problem that is adolescent’s intimacy violence. Therefore, the objectives of this investigation were: (1) know adolescent’s dating violence attitudes of legitimacy, (2) know conflict resolution strategies (abusive/non abusive) adopted in dating relationships, and (3) investigate if the dating violence attitudes of legitimacy and the conflict resolution strategies (abusive/non abusive) differ depending on the adolescent’s sex, year of schooling, social economic status and self-concept. The sample was collected in the school environment and was constituent by 267 students. The questionnaires used in the investigation were the Attitudes Toward Dating Violence Scale (EAVN), Conflict in Adolescent Dating Relationships Inventory (CADRI) and the Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale (PHCSCS). The results show that, in general, the majority of participants appear to not legitimize the use of violence in romantic relationships. The participants said that they and their partners don’t adopt abusive conflict resolution strategies in the dating relationships. Sometimes they use positive conflict resolution strategies in the romantic relationships as well as their partners. Concerning the violence legitimacy, only sex was the variable that differentially detach and in the conflict resolution strategies, just the sex and year of schooling variables were the ones that distinguish.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Psicologia da Educação (Contextos Comunitários), 20 de Setembro de 2013, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2770
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoMonicaAndreiaSilvaGoncalves2013.pdf1,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.