Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2667
Título: Valor económico das praias urbanas da Ribeira Grande
Autor: Fortuna, Marianela Plaza Sousa
Orientador: Lopes, Fernando Rosa Rodrigues
Palavras-chave: Actividade Recreativa
Economia do Lazer
Método de Custo de Viagem (MTV)
Percepção Pública
Política Pública
Recreação Balnear
Ilha de São Miguel (Açores)
Açores
Count Models
Travel Cost Method
Beach Recreation
Public Perception
Public Policies
São Miguel Island (Azores)
Azores
Data de Defesa: 22-Nov-2013
Citação: Fortuna, Marianela Plaza Sousa – "Valor económico das praias urbanas da Ribeira Grande". 2013. 107 p.. (Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais) - Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2013.
Resumo: As atividades suportadas por praias e áreas costeiras são uma parte crescente das atividades recreativas ao ar livre em comunidades insulares ou em áreas costeiras gerando oportunidades e benefícios económicos na área do lazer e do turismo. Foram associadas duas dimensões, por um lado a definição da curva da procura recreativa, segundo MCV (método de custo de viagem) e por outro, o estudo das preferências e da perceção da qualidade das praias (PPQP). Desta conjugação, associada ao princípio do utilizador-pagador, resulta um quadro de suporte à decisão de intervenção pública. O estudo de caso envolve as praias de Monte Verde, Areal de Santa Bárbara e Zona Balnear das Poças da Ribeira Grande, durante o verão de 2012 foram ministrados 304 questionários presenciais. A curva da procura recreativa, e respetivo excedente do consumidor foi determinada adotando o MCV individual segundo um modelo de Single Site agregando estes espaços balneares, de função distribuição de probabilidade binominal negativa truncada. As variáveis custo de viagem, idade, atributos da praia e dos seus espaços substitutos, e as PPQP contribuem para explicar o número de visitas revelando um comportamento adequado ao modelo económico subjacente. O valor do excedente do consumidor estimado por pessoa por viagem é de 50€. O estudo das PPQP envolvem determinar as razões para a escolha da praia, identificar perfis de utilizadores com base nessas razões, analisar a perceção da qualidade e explicar a possibilidade de ocorrência de visita à praia fora do verão, face às atividades de lazer preferidas. Perto de 70% dos indivíduos não estão dispostos a pagar para aceder a uma praia, mas os restantes concordam pagar o estacionamento num preço proposto de 0,45€/hora, o que abre uma hipótese de financiamento da intervenção pública.
ABSTRACT: The activities supported by beaches and coastal areas are a growing part of the outdoors recreational activities in island communities or coastal generating opportunities and economic benefits in the leisure and tourism. Two dimensions were associated, on the one hand the definition of recreational demand curve, according to MCV (travel cost method) and on the other, the study of preferences and perceptions of the quality of the beaches (PPQP). This combination, coupled with the user-pays principle, resulting in a support framework to the decision for public intervention. The case study involves the beaches of Monte Verde, Areal Santa Barbara and Zona Balnear das Poças da Ribeira Grande, during the summer of 2012 were administered 304 questionnaires in those locals. The demand curve recreational and respective consumer surplus was determined adopting the MCV individual according to a model of Single Site aggregating these bathing spaces with function probability distribution truncated negative binomial. The variables travel cost, age, attributes the beach and its substitute’s spaces, and PPQP contribute to explain the number of visits revealing appropriate behavior to the underlying economic model. The value of the estimated consumer surplus per person per trip is €50. The study of PPQP involve determining the reasons for choosing the beach, identify user profiles based on these reasons, analyzing the perception of quality and explain the possibility of visiting the beach outside of the summer considering favorite leisure activities. Nearly 70% of individuals are not willing to pay for access to a beach, but the remaining agreed to pay the parking in a proposed price of €0.45 / hour, which opens a possibility of financing the public intervention.
Descrição: Dissertação de Mestrado, Ciências Económicas e Empresariais, 22 de Novembro de 2013, Universidade dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2667
Aparece nas colecções:DGST - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoMarianelaPlazaSousaFortuna2013.pdfVersão Avaliada1,18 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!
DissertMestradoMarianelaPlazaSousaFortuna2013VF.pdfVersão Corrigida1,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.