Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2630
Título: A linguagem oral na Educação Pré-Escolar e no 1º ciclo do Ensino Básico
Autor: Mendes, Letícia Maria Valadão
Orientador: Santos, Ana Isabel
Palavras-chave: Criança
Compreensão Oral
Educação Pré-Escolar
Ensino Básico (1º Ciclo)
Expressão Oral
Linguagem Oral
Prática Educativa
Data de Defesa: 4-Jul-2012
Citação: Mendes, Letícia Maria Valadão. "A linguagem oral na Educação Pré-Escolar e no 1º ciclo do Ensino Básico". 2012. 129 p.. (Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico) – Angra do Heroísmo: Universidade dos Açores, 2012.
Resumo: O trabalho que se segue é um relatório de estágio, a incidir numa das áreas de conteúdo trabalhadas ao longo do estágio nas disciplinas de Prática Educativa Supervisionada I e II, a linguagem oral nas suas vertentes da compreensão e expressão oral. Em ambos os grupos com os quais a estagiária realizou a sua prática pedagógica, alguns momentos da rotina permitiam o desenvolvimento da linguagem, mas não foram o suficiente. Foram importantes as atitudes a desenvolver perante cada criança para ir ao encontro das necessidades individuais de cada uma, assim como proporcionar outras atividades/estratégias para trabalhar em pequeno e grande grupo. Deste modo, a PES I foi realizada no Pré-Escolar da EB1/JI de São Brás, e a PES II com crianças do 1º e 2º anos da EB1/JI de São Bartolomeu dos Regatos. Inicialmente a estagiária observou o meio, a escola, a sala, as famílias e as crianças. Numa fase posterior avaliou as crianças, e ao longo das intervenções procurou trabalhar a linguagem oral de forma mais adequada para promover e seu desenvolvimento. No fim do estágio, em cada contexto, foi realizada outra avaliação regendo-se por uma grelha igual à primeira, de modo a verificar se as intervenções tinham sido adequadas para uma melhor compreensão do oral e expressão oral das crianças. Durante a prática, nos dois contextos, foi importante a colaboração dos pais para promover atividades e estratégias com interesse para as crianças, que contribuíssem para uma consequente evolução linguística. Em ambos os grupos as crianças manifestaram-se interessadas em participar no que lhes era proposto. Aos poucos, ficaram a conseguir gerir diversos momentos do dia e a manifestar interesse pela participação com pertinência e qualidade. As maiores evoluções registadas nos dois grupos foram a nível da compreensão do oral. Para que houvesse um alargamento de conhecimentos sobre o trabalho da linguagem oral, desenvolvido nas salas do pré-escolar e 1º ciclo do Ensino Básico, foram realizados e analisados questionários a uma pequena amostra de seis educadores de infância e oito professores do 1º ciclo do ensino básico. Concluiu-se que, aos poucos, está-se a dar cada vez mais valor ao trabalho desta área no sentido de desenvolver a linguagem oral. O presente relatório de estágio foi, em larga medida, muito gratificante para a estagiária. Para e na realização do mesmo deu grande enfoque às questões da oralidade e assim apercebeu-se da importância da linguagem oral para o desenvolvimento das crianças, até mesmo em outras áreas de conteúdo, como pode ser trabalhada de forma integrada em diversos momentos da rotina diária, a diferença de linguagem utilizada entre crianças de diferentes faixas etárias, a contribuição de um grupo heterogéneo com diferentes faixas etárias e as conceções de profissionais de educação que se encontram a lecionar como educadores de infância e professores do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Descrição: Mestrado, Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, 4 de Julho de 2012, Universidade dos Açores (Relatório de Estágio).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2630
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoLeticiaMariaValadaoMendes2012.pdf1,68 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.