Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2607
Título: A educação física nas escolas do ensino profissional na Região Autónoma dos Açores: das concepções às práticas
Autor: Camarinha, Hélder
Orientador: Condessa, Isabel
Palavras-chave: Educação Física
Ensino Profissional
Formação de Professores
Data de Defesa: 14-Fev-2011
Citação: Camarinha, Hélder. "A educação física nas escolas do ensino profissional na Região Autónoma dos Açores: das concepções às práticas". 2011. 165, [27] p.. (Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica) - Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2010.
Resumo: Numa sociedade em constante mutação a escola não pode deixar de acompanhar essas evoluções e transformações. Em Portugal, principalmente após o 25 de Abril de 1974, a escola massificou-se e várias alterações foram-se fazendo sentir no Sistema Educativo até à actualidade. No contexto do nosso estudo, subordinado ao tema A Educação Física (EF) nas Escolas do Ensino Profissional (EEP) da Região Autónoma dos Açores (RAA), pretendemos partir da análise das concepções que estão subjacentes à legislação em vigor, nomeadamente à tipologia dos cursos profissionais e aos programas oficiais da EF, e confrontar com a percepção dos formadores/ professores responsáveis pelo funcionamento desta área disciplinar no ano lectivo de 2009/ 2010. Este trabalho incidiu em todas as EEP da RAA, de um universo de 17 escolas, e os intervenientes inquiridos constituíram um grupo representativo dos seus professores de EF. Consequentemente, este estudo procurou conhecer o perfil do professor de EF das Escolas de Ensino Profissional (EEP); saber a importância que estes professores atribuem à EF; conhecer as dinâmicas existentes entre estes profissionais, quanto às práticas colaborativas e de auto-formação, identificar as maiores dificuldades na leccionação do programa e as necessidades de formação. Os principais resultados obtidos neste estudo permitiram-nos concluir que a inclusão da disciplina de EF nos programas dos cursos das EEP é ainda recente; existem ainda muitas limitações físicas, logísticas e materiais para a leccionação da EF nas EEP, o que condiciona a qualidade do seu funcionamento. Não existe uma distribuição coerente e uniforme das horas atribuídas a cada curso e/ou escola, sendo essa distribuição da competência dos órgãos das EEP. A maioria dos profissionais de EF detêm uma formação académica adequada, não mantém vínculo com as EEP e têm uma percepção realista das limitações das suas práticas (nº de horas, condições materiais e tipo de conteúdos privilegiados). A carência de uma formação continuada adequada às necessidades do contexto do ensino da EF nas EEP; a não adopção de uma atitude reflexiva e de práticas partilhadas entre pares por parte destes profissionais, fazem prever uma distância ainda muito acentuada entre as concepções e as práticas no ensino da EF nas EEP.
ABSTRACT: In a constantly mutating society, school has been required to follow these evolutions and transformations. In Portugal, especially after 25th April 1974, school has become accessible to everyone and several changes have been felt in the educational system up till now. In our study, under the theme Physical Education (PE) in Vocational Schools of the Autonomous Region of the Azores (ARA), we aim from the analyses of the conceptions underlying the current legislation, namely the types of vocational courses and the official curricula of PE, to confront with the perception of the trainers/ teachers responsible for this subject in the school year of 2009/ 2010. This work covered all vocational schools of the ARA, in a universe of seventeen schools, and the intervening respondents made up a representative group of their PE teachers. Consequently, this study intended to understand the profile of vocational school PE teachers, the importance these teachers give to PE, the existing dynamics between these professionals in what concerns collaborative work and self-training, and the identification of the major difficulties in teaching the curriculum as well as the training needs. The main results from this study allowed us to conclude that the inclusion of PE in the vocational courses’ curricula is still recent; there are many physical, logistic and material limitations to the teaching of PE in vocational schools, which influences the quality of its delivery. There isn’t a coherent and even distribution of the number of hours in each course and/ or school, being this distribution a task for the vocational school body. Most PE professionals have an adequate academic training, have no employment bond with the vocational school and have a realistic perception of the limitations of their work (the number of hours, material conditions and the kind of privileged teaching topics). The lack of an ongoing training that fits the needs of the teaching of PE in vocational schools and the lack of a reflexive attitude and shared practice among peers make us foresee an even far greater distance between the conceptions and the practice of the teaching of PE in vocational schools.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2607
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoHelderMiguelBritoOliveiraCamarinha2011.pdf1,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.