Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/246
Título: Azoto Ureico no Leite (AUL/MUN) : uma ferramenta de gestão ambiental e nutricional : o caso de São Miguel
Autor: Amorim, Duarte Nuno de Sousa
Orientador: Matos, José Estevam da Silveira
Palavras-chave: Azoto Ureico no Leite
Gestão Ambiental
Saúde Pública
Açores
Ilha de São Miguel
Environmental Management
Milk Urea Nitrogen
Public Health
Azores
São Miguel Island
Data de Defesa: 18-Mar-2009
Resumo: Os factores de produção de leite têm sofrido incrementos de preço acentuados nos últimos tempos. Sendo os custos com a alimentação os mais relevantes na produção de leite, o desperdício alimentar, em particular de proteína, pesa muito no saldo financeiro das explorações leiteiras. Por outro lado os excessos de alimentação proteica têm impactos no ambiente, na qualidade do leite dos lacticínios, bem como, eventualmente na saúde pública. O objectivo principal do presente trabalho foi o de fazer um primeiro levantamento da quantidade de Azoto Ureico no Leite nas explorações leiteiras da Ilha de S. Miguel, procurando-se averiguar das possíveis relações deste parâmetro analítico com outros parâmetros da qualidade do leite, nomeadamente a Contagem de Células Somáticas. Para tal, em colaboração com o Serviço Regional de Classificação do Leite da Ilha de S. Miguel (SERCLASM), foram realizadas análises a 1609 amostras de leite, no mês de Julho, e 1607 amostras no mês de Outubro, de 2008, correspondentes a amostras de leite dos rebanhos da Ilha - uma amostra representativa do total de explorações leiteiras que se situa em torno das 1673. Constatou-se que a análise do Azoto Ureico no Leite (AUL/MUN) é uma ferramenta interessante, barata, simples de executar, para se monitorizar a adequação e a eficiência de utilização do azoto em vacas leiteiras. Os valores obtidos, em relação às referências internacionais, situaram-se dentro da normalidade no mês de Julho. Já em Outubro os valores foram em média de 21,66 mg/dl, facto que indicia práticas nutricionais desajustadas às reais necessidades dos animais dos rebanhos estudados. Face aos resultados obtidos recomenda-se, nomeadamente, que, nos rebanhos com baixo teor de proteína no leite e, simultaneamente, elevados níveis de AUL/MUN, se suplementem as vacas com silagem de milho, ou um concentrado constituído pela mistura de pelo menos dois cereais, por exemplo cevada e milho, ou milho e farinha de mandioca, no sentido de sincronizar a libertação de N com a disponibilidade de energia no rúmen, maximizando-se a síntese de proteína pela flora ruminal, minimizando-se a excreção de azoto e os riscos ambientais e, eventualmente, riscos para a saúde pública, através da possível contaminação de águas superficiais e lençóis freáticos que constituem fonte de abastecimento de água de consumo. A situação constatada de um número médio muito elevado de células somáticas nos leites dos rebanhos estudados, de 511.000 no mês de Julho e de 449.000 células no mês de Outubro, faz-nos pressupor que não são seguidas boas práticas no controlo das mamites em muitos rebanhos da Ilha. A adopção das principais 5 medidas de controlo das mamites garantiria, certamente, uma melhoria a curto, médio prazo desta situação com vantagens óbvias para o rendimento do agricultor, para a indústria e para a saúde pública. Recomenda-se a realização do Teste Californiano de Mamites (TCM) em São Miguel, como prova de triagem dos maus leites, no momento da recepção do leite. Os valores de correlação encontrados entre os valores de AUL/MUN e os outros parâmetros do leite, em particular o da correlação negativa com a Contagem de Células Somáticas, deveria justificar um estudo mais aprofundado.
ABSTRACT: Recently production factors have suffered very high increases in their prices. Being that the costs with the diet are the most significant to what accounts for milk production income, wasting protein most of all, weighs too much on the final economical balance of the herd´s management. On the other hand high excessive protein feeding have huge impact on environment, on dairy products quality as well as on Public Health eventualy. The main goal of this work was the collection of data from the different amounts of Milk Urea nitrogen found for the first time in all of the dairy herds of St.Michaels Island, seeking also for eventual simple correlation factors between MUN and other milk quality indexes, like Somatic Cell Counting and others. For that purpose this work was developed in association with the Regional Service of Milk Classification of St Michael island (SERCLASM), so that 1609 milk samples in July, and 1607 in October could be analysed, wich corresponds to the totality of dairy farmers that deposited milk in the factorys, this sampling is considered representative as it includes the almost totality of dairy farmers in the island wich sumarises 1637 all together. It´s been proven that the MUN analysis is in fact an interesting tool, sheap, ready to use, so that the eficiency of protein utilization in cows feeding diets can be adequately evaluated. The results of the study, are in reference to those internationaly accepted as normal in July. In October the mean value found was 21,66 mg/dl, wich proves inadequate feeding practices to meet cow´s real need. With this kind of results it is recommended that herds with low Crude Protein and high MUN levels, should supplement diets with corn silage, or a total mixed ration composed with two cereals, as oat and green corn , or green corn with cassava flour, so that enough Nitrogen can be released at the same time as there is enough energy available in the rumen, in the way to maximize Microbian Protein Synthesis, and then minimize the Nitrogen excretion wich causes damages not only to environment but also to the Public Health as to the Public-consumption water polution. The data collected revealed a mean value of somatic cell counting as high as 511.000 in July and 449.000 cells in October, wich makes us suppose no good practices in mastitis control have been taken down in many herds of the island. The 5 main measures for controlling mastitis infection, surely would bring better results, and some further obvious advantages in the herd management income, as would also bring improvements to the cheese industry, as for Public Health. We recommend the utilization of the Californian Mastitis Test in St Michael island as a milk trial at the time of reception on the factory. The simple correlation factors found between MUN and other milk indexes, mainly the negative correlation found between MUN and SCC , deserves further evaluation.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Ambiente, Saúde e Segurança
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/246
Aparece nas colecções:DBIO - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoDuarteNunoAmorim2009.pdf947,97 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.