Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2401
Título: Imanes & armadilhas: envolvimento de munícipes açorianos no controlo de uma praga urbana
Autor: São Marcos, Rita
Arroz, Ana Margarida Moura
Neves, Isabel
Silva, Paulo Rogério
Gabriel, Rosalina
Guerreiro, Orlando
Borges, Paulo A. V.
Palavras-chave: Cryptotermes brevis
Térmita de Madeira
Data: 13-Abr-2012
Editora: Universidade dos Açores
Citação: São Marcos, R., Arroz, A. M., Neves, I.C., Silva, P.R., Gabriel, R., Guerreiro, O. & Borges, P. A.V. (2012). "Imanes & armadilhas: envolvimento de munícipes açorianos no controlo de uma praga urbana". «Fórum Internacional de Pedagogia II (FIPED) - Investigar é conhecer». Universidade dos Açores, Angra do Heroísmo, Portugal, 13 e 14 de Abril de 2012 (Comunicação).
Resumo: A Cryptotermes brevis é das pragas de insetos que maiores danos causam ao ser capaz de consumir toda a infraestrutura em madeira de uma habitação. $120 milhões são gastos anualmente nos EUA para o seu controlo e inumeráveis somas no resto do globo. Nos Açores, 17 freguesias de 6 ilhas estão delimitadas como áreas de risco de infestação e desconhece-se a situação em muitos locais de várias ilhas.
Descrição: Fórum Internacional de Pedagogia II (FIPED) - "Investigar é conhecer". Universidade dos Açores, Angra do Heroísmo, Portugal, 13 e 14 de Abril de 2012.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2401
Aparece nas colecções:DEDU - Comunicações a Conferências / ConferenceItem

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Envolvimento de munícipes açorianos no controlo de uma praga urbana.pdf3,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.