Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2268
Título: Os alambiques da ilha do Pico, Açores : sistemas técnicos, património e museologia
Autor: Garcia, Susana Catarina Silveira
Orientador: Martins, Rui de Sousa
Palavras-chave: Museu do Vinho (Madalena do Pico)
Núcleo Museológico do Lajido (Santa Luzia)
Alambique
Museologia
Museus
Património Alimentar
Produção de Aguardente
Ilha do Pico (Açores)
Açores
Data de Defesa: 11-Jul-2013
Citação: Garcia, Susana Catarina Silveira – "Os alambiques da ilha do Pico, Açores : sistemas técnicos, património e museologia". Ponta Delgada : Universidade dos Açores. 2013. 251 p.. Dissertação de Mestrado.
Resumo: Esta dissertação de Mestrado em Património, Museologia e Desenvolvimento, na especialidade de Museologia e Antropologia Cultural, tem por finalidade contribuir para o conhecimento dos alambiques, das aguardentes e dos licores na ilha do Pico, elementos importantes a nível económico, social, turístico e patrimonial, com incidência no campo da museologia etnográfica. Os alambiques, a produção e consumo das aguardentes foram relacionados com a ecologia da ilha do Pico (caraterísticas dos solos e as condições climáticas), a evolução histórica e social da Ilha. A confeção de aguardente tem origem na grande produção de uva, vinho e figos e mais tarde de pêssegos. Com o aumento do cultivo destes frutos começam a aparecer na ilha do Pico maior número de alambiques, cuja classificação diverge tendo em conta os tipos de construções, podendo variar também o aparelho de destilação. Os alambiques produziam aguardente vínica, de bagaço, de figo e de pêssego, envolvendo sistemas técnicos especializados. Na atualidade a produção continua, com menos aguardentes e mais licores, sendo feitos por destilação, infusão e maceração. As aguardentes e os licores, a partir da década de 80 passaram a ser vistos como bebida típica da Ilha do Pico, fazendo parte do seu património alimentar. Na década de 90 iniciaram-se os processos depatrimonialização e a reconversão museológica de alambiques, como o caso do existente no Museu do Vinho, na Madalena do Pico (1991), o do Núcleo Museológico do Lajido, em Santa Luzia (1993) e mais recentemente a Adega "Rodilha", na Mirateca (2002).
ABSTRACT: This Master's thesis in Heritage, Museology and Development, specializing in Museology and Cultural Anthropology, aims to contribute to the knowledge of the stills, of spirits and liqueurs on Pico Island, important elements in the economy, society, tourism and inheritance, focusing on ethnographic field of museology. The stills, production and consumption of brandy were related to the ecology of Pico Island (soil characteristics and weather conditions) and the historical and social evolution of the island. The confection of brandy comes from the great grape, wine and figs production and peaches later. With the increasing cultivation of these fruits, more stills begin to appear in Pico and their classifications differ regarding the types of construction and the stills. The stills produced brandy, bagasse and brandy of fig and peach, involving specializing technical systems. At present, the production continues, with less spirits and more liqueurs, made by distillation, infusion and maceration. Since the 80's, the spirits and liqueurs are seen as typical drink of Pico Island, becoming part of its heritage food. In the 90's, the process of conversion and Museological patrimony of stills began, as in the case of the Wine Museum in Madalena doPico(1991), the Lagido Museological Nucleus in Santa Luzia(1993) and more recently the Cellar "Rodilha" in Mirateca (2002).
Descrição: Dissertação de Mestrado em Património, Museologia e Desenvolvimento (Museologia e Antropologia Cultural).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2268
Aparece nas colecções:DHFA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoSusanaCatarinaSilveiraGarcia2013.pdf15,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.