Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2075
Título: A indisciplina em sala de aula : perspetivas de diferentes atores da comunidade escolar
Autor: Lopes, Joana Brandão Araújo
Orientador: Caldeira, Suzana Nunes
Palavras-chave: Comportamento Escolar
Educação
Ensino Básico (1º Ciclo)
Indisciplina Escolar
Data de Defesa: 17-Abr-2013
Citação: Lopes, Joana Brandão Araújo – "A indisciplina em sala de aula : perspetivas de diferentes atores da comunidade escolar". Ponta Delgada : Universidade dos Açores. 2012. 125, [4] p.. Dissertação de Mestrado.
Resumo: Este estudo intitula-se A Indisciplina em Sala de Aula: Perspetivas de Diferentes Atores da Comunidade Escolar e pretende compreender o fenómeno da indisciplina escolar, em sala de aula, sob uma perspetiva ecológica, tendo em conta as perspetivas dos atores envolvidos nesse contexto: professor, alunos e encarregados de educação de um grupo turma do 4º ano, do 1º ciclo do Ensino Básico, e os comportamentos observados em sala de aula. Procura-se perceber como os participantes caracterizam o ambiente de sala de aula em termos disciplinares e como se pode contribuir para promover o bem-estar num contexto caracterizado por queixas e sentimentos de insatisfação. Para tal, o presente estudo foca-se numa perspetiva exploratória e descritiva e enquadra-se no cruzamento dos paradigmas qualitativo e quantitativo, sendo a recolha de dados realizada através de observação, inquérito por entrevista e inquérito por questionário. Os participantes pertencem a uma amostra intencional, constituída por um professor, vinte alunos, dez do sexo feminino e dez do sexo masculino, e por cinco encarregados de educação. Foram realizadas seis entrevistas semiestruturadas a professor (1) e encarregados de educação (5) e aplicados vinte questionários a alunos. No tratamento e análise dos dados quantitativos utilizou-se o programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) e para os dados qualitativos a análise de conteúdo. De acordo com os resultados encontrados, na perspetiva do professor, alunos e alguns encarregados de educação, os comportamentos de indisciplina mais frequentes nesta sala de aula parecem centrar-se na perturbação da comunicação de sala de aula e das relações humanas. O professor remete a indisciplina para a personalidade dos alunos e para a sua educação familiar. Todavia, quando interpelados relativamente a comportamentos em concreto, os alunos referem, sobretudo, comportamentos de distrações e comportamentos de entretenimento, sendo os rapazes os mais indisciplinados. Por seu lado, os encarregados de educação parecem ser pais que se envolvem no processo educativo dos filhos, participando ativamente nas aprendizagens em casa e estabelecendo uma relação de proximidade com a comunidade escolar. Espera-se que este trabalho de investigação conduza a uma reflexão sobre a indisciplina no 1º Ciclo do Ensino Básico, e que possa servir de base para perspetivar novas intervenções.
ABSTRACT: This study, entitled Classroom Indiscipline: Perspectives from Different School Community Actors, attempts to understand the phenomenon school indiscipline in the classroom, under an ecological point of view, taking into account the perspectives of the actors involved in this context: teacher, students and parents of a group of a 4th grade class in a Elementary School, as well as the observation of the classroom. It seeks to realize how the participants characterize the atmosphere of a classroom to disciplinary action and how it can help to promote well-being in a context characterized by feelings of dissatisfaction and complaints. To this end, this study focuses on a prospective exploratory and descriptive and fits the qualitative and quantitative paradigm, in which data collection was conducted through observation, interview survey and questionnaire survey. The participants belong to a purposive sample consisting of one teacher, twenty students, ten female and ten male, and five caregivers. Six semi-structured interviews were conducted with teachers (1) and parents (5) and twenty questionnaires applied to students. The treatment and quantitative data analysis used the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) and qualitative data content analysis. According to the results, from teachers, students and some parent’s perspective, the most common disruptive behaviors in this classroom are focused on disruption of classroom communication and human relationships. Teachers inculcate indiscipline to the personality of students and their family upbringing. When students were asked about their concrete behavior of indiscipline, they seem to have more distractions and diversions behaviors, being the most unruly boys. Meanwhile, caregivers appear to be parents who are involved in the education of children actively participating in learning at home and establishing a close relationship with the school community. It is expected that this research work will lead to a reflection on indiscipline in the 1st cycle of basic education, and that may serve as the basis for further intervention perspective.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação (Contextos Comunitários).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2075
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoJoanaBrandaoAraujoLopes2013.pdf1,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.