Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2049
Título: Emergência da comunicação matemática no Jardim de Infância : potencialidades didáticas para a descoberta da matemática
Autor: Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
Cascalho, José Manuel
Belém, Vanda Patrícia de Oliveira
Palavras-chave: Comunicação Matemática
Educação
Pré-escolar
Matemática
Data: Mar-2013
Editora: Associação de Professores de Matemática (APM)
Citação: Belém, Vanda P.; Cascalho, José M.; Teixeira, Ricardo C. (2013). «Emergência da comunicação matemática no Jardim de Infância : potencialidades didáticas para a descoberta da matemática». "Educação e Matemática", 122, 29-33. ISSN 0871-7222.
Resumo: A partir do ato de comunicar em linguagem matemática, pretende-se que as crianças adquiram as capacidades de interpretar, representar e expressar o seu pensamento matemático. O desenvolvimento da comunicação é fundamental para o processo de ensino-aprendizagem da matemática desde os primeiros anos. Este papel de maior destaque da matemática nos primeiros anos vem ao encontro das preocupações expressas por diferentes organismos, nacionais e internacionais, entre os quais o National Council of Teachers of Mathematics (NCTM), que alerta para o facto de «durante os primeiros anos de vida ocorrer um desenvolvimento matemático muito importante nas crianças. Quer fiquem em casa, com os membros da família durante os anos correspondentes ao pré-escolar, quer recebam cuidados de atenção por parte de pessoas exteriores à família, é necessário que o seu desejo inato de aprender seja estimulado e apoiado» (2007, p. 83). Por outro lado, como refere Cândido (2001), «a oralidade é o único recurso quando a escrita e as representações gráficas ainda não são dominadas ou não permitem demonstrar toda a complexidade do que foi pensado» (p. 17). Este ato comunicativo permite à criança a capacidade de estabelecer ligação entre a sua linguagem, o seu conhecimento e as suas experiências pessoais, e a linguagem do grupo em que está inserida e da área do conhecimento trabalhada. Assim, no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, da Universidade dos Açores, foram propostas tarefas que procuraram valorizar a matemática numa EB1/JI dos Açores, em contexto pré-escolar, através do estímulo da comunicação entre pares, e entre professor-aluno. O grupo de alunos era heterogéneo, sendo composto por 8 crianças do sexo masculino e 6 do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 3 e os 5 anos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2049
ISSN: 0871-7222
Versão do Editor: http://www.apm.pt/portal/em.php?id=202916&rid=203889
Aparece nas colecções:DME - Artigos em Revistas Nacionais / Articles in National Journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
_EM122_pp29-33_51a600527582c.pdf1,73 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.