Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2047
Título: Envolvimento do aluno na escola : um estudo em escolas de São Miguel
Autor: Fernandes, Hélder Manuel Rego
Orientador: Caldeira, Suzana Nunes
Palavras-chave: Comportamento Escolar
Educação
Envolvimento Escolar
Escola
Ilha de São Miguel (Açores)
Açores
School Engagement
Data de Defesa: 3-Abr-2013
Citação: Fernandes, Hélder Manuel Rego – "Envolvimento do aluno na escola : um estudo em escolas de São Miguel". Ponta Delgada : Universidade dos Açores. 2013. 95, [8] p.. Dissertação de Mestrado.
Resumo: O constructo envolvimento escolar tem despertado grande interesse aos investigadores, na área de educação, pelo facto de ser considerado um dos indicadores cruciais para o aumento do sucesso académico e, simultaneamente, para a diminuição de comportamentos disruptivos por parte dos alunos. Neste contexto, o presente estudo teve como propósito investigar a eventual relação entre envolvimento escolar e os resultados escolares e comportamentais em alunos da ilha de S. Miguel. Procurou, ainda, estudar o envolvimento escolar em função das variáveis sociodemográficas - ano de escolaridade, sexo dos alunos e escolas (rural e urbana) que frequentam. A amostra incidiu sobre 365 alunos, de ambos os sexos, dos 7.º e 10.º anos de escolaridade, de escolas diferenciadas pela sua localização geográfica (rural e urbana). Os dados foram recolhidos através do “Questionário acerca do Envolvimento dos Estudantes na Escola”, a versão portuguesa de um instrumento internacional sobre o envolvimento do aluno, e através da “Escala da Disrupção Escolar Professada pelos Alunos”, um instrumento que acede à perspetiva dos jovens acerca do seu comportamento escolar. Os resultados indicam um envolvimento moderado por parte dos alunos. Indicam, ainda que os alunos do 7.º ano de escolaridade, quando comparados aos do 10.º ano, expressam um maior envolvimento. Ao analisar-se as diferenças entre rapazes e raparigas, observa-se que o sexo não parece ser uma variável diferencial no envolvimento escolar. A comparação entre escolas sugere que os alunos da escola rural se expressam como sendo menos envolvidos afetivo e cognitivamente, se compararmos com os da escola urbana. Contudo, não foram observadas diferenças em alunos, de ambas as escolas, no que se refere ao envolvimento comportamental. Os resultados do presente estudo apontam, ainda, para a existência de uma correlação positiva entre o envolvimento escolar e os resultados escolares, sugerindo que, quanto mais os alunos se reportam como envolvidos, melhores são os seus resultados académicos. É, também, evidenciada uma relação negativa entre o envolvimento escolar e os resultados comportamentais, o que demostra que os estudantes mais envolvidos se qualificam como menos disruptivos. Deste modo, parecem justificar-se intervenções educativas que fomentem o envolvimento escolar dos alunos, enquanto fator protetor da adaptação à escola.
ABSTRACT: School engagement construct has attracted a great interest in educational researchers because of it being considered one of the key indicators to increase academic success and, simultaneously decreases students’ disruptive behaviours. In this context, the present study aimed to investigate the possible relationship between school engagement and academic results and school engagement and behavioural outcomes in S. Miguel island students. The present investigation also intends to study school engagement according to sociodemographics variables – student’s grade levels, sex and the schools (rural/urban) that they attend. The sample focused on 365 students of both sex, of 7th and 10th grade’s level and schools differentiated by their geographic localization (urban and rural). Data was collected through the "Student Engagement in School Scale ", a portuguese version of an international instrument on student engagement and through the "Disruptive Behavior Scale professed by Students," a tool that accesses the perspective of youngsters about their school behaviours. The results indicate a moderate engagement by students. They also indicate that 7th grade students, when compared with the 10th grade, express a greater engagement. When analyzing the differences between boys and girls was observed that gender on school engagement does not appears to be a differential variable. The comparison between schools suggests that rural school students express themselves as less affective and cognitively engage, compared with urban school’s students. However, no differences were observed on behavioural student’s engagement from both schools. The results of this study also points to the existence of a positive correlation between school engagement and academic results, suggesting that as more students report being involved, the better are their academic’s results. This also shows evidence of a negative relationship between school engagement and behavioural outcomes, showing that students, who are more involved classified as less disruptive. Thus seems to justify educational interventions that encourage student’s engagement, as a protective factor of school adaptation.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Psicologia da Educação (Contextos Educativos).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2047
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoHelderManuelRegoFernandes2013.pdf1,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.