Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/2005
Título: Processos supervisivos da avaliação do desempenho docente
Autor: Brilhante, Susana Leónia Gomes
Orientador: Serpa, Margarida Damião
Palavras-chave: Avaliação do Desempenho Docente (ADD)
Educação
Supervisão Pedagógica
Education
Pedagogical Supervision
Teaching Performance Assessment (TPA)
Data de Defesa: 21-Mar-2013
Citação: Brilhante, Susana Leónia Gomes – "Processos supervisivos da avaliação do desempenho docente". Ponta Delgada : Universidade dos Açores. 2012. 204 p.. Dissertação de Mestrado.
Resumo: A pratica da avaliação dos docentes pode materializar-se através de diferentes figurinos que, regra geral, não são alheios a utilização dos seus resultados como instrumento de melhoria da educação e/ou de atribuição de mérito aos professores. Em Portugal tem vindo a sofrer diversas alterações, implicando diferentes perspetivas de a conceber. A presente investigação aborda a problemática da função da supervisão pedagógica na avaliação do desempenho docente (ADD), no grupo 230 (Matemática e Ciências da Natureza) do segundo ciclo do ensino básico. Tem como objetivo explorar alguns dos princípios patentes nas políticas educativas sobre a avaliação, as abordagens teóricas sobre a mesma e os discursos que ocorrem em contexto organizacional escolar. Neste ultimo sentido, analisa as conceções de professores de escolas públicas da ilha de São Miguel acerca dos processos supervisivos da ADD e procura conhecer o seu posicionamento sobre o que falta ou e preciso alterar nestes processos, incluindo competências e formação do avaliador. Para a sua realização utilizou-se uma abordagem qualitativa cuja técnica de recolha de dados foi a entrevista semiestruturada a catorze docentes - seis avaliadores e oito avaliados. Os dados recolhidos foram posteriormente submetidos a análise de conteúdo. O estudo permitiu concluir que os professores participantes concordam com a existência da avaliação de desempenho, no entanto, consideram que a realizada na Região Autónoma dos Acores apresenta questões controversas que condicionam os objetivos da mesma (apenas um avaliado diz concordar com esta). Embora afirmem que cumpre funções formativas, no seu discurso dominam as alusões ao seu uso classificativo e de certificação e seleção. Os entrevistados reconhecem que, na generalidade, as relações entre avaliadores e avaliados são positivas, mas a ADD tem introduzido tensões no clima de escola e a sua influência no próprio desenvolvimento profissional e limitada. Entre avaliadores e avaliados há acordo em que o profissional responsável pela avaliação devera ter sobretudo competências técnico-científicas e de relacionamento interpessoal. Também estão de acordo em relação a ideia de que a avaliação deveria ter carater anual para todos os docentes. Quanto às diferenças entre avaliadores e avaliados, os primeiros consideram que tomaram conhecimento do modelo sobretudo através de procedimentos oficiais (legislação e SREF) e os segundos pelos pares e serviços de gestão da escola, parecendo estar em causa, quando se avança para a prática, diferentes referenciais de docência. Enquanto os avaliadores dizem valorizar um docente que alcança bons resultados e é objetivo, os avaliados consideram que são sobretudo classificados pelas evidências apresentadas no relatório de autoavaliação e pela exibição de materiais didáticos nas aulas observadas. Discordam ainda quando metade dos avaliadores defende aumento de aulas observadas sem relatório de avaliação e metade dos avaliados sugere a existência de relatório de autoavaliação sem aulas observadas, sobressaindo preocupações formativas e de melhoria, o que nem sempre se consegue, bem como de garantia de maior consistência das apreciações.
ABSTRACT: The practice of teacher’s assessment can occur through different models that, in general, are not isolated from the use of its results as a tool for the improvement of education and/or merit award to teachers. In Portugal has been undergoing several changes, involving different perspectives on the process. This investigation deals with the problem of pedagogical supervision function in the teaching performance assessment (TPA), concerning those who teach Mathematics and Sciences (Group 230) in the second cycle of basic education. It aims to explore some of the main ideas on educational policies on the evaluation, its theoretical approaches and the discourses that occur on school organizational context. In the latter sense, analyzes their conceptions of public school teachers on the island of Sao Miguel on the supervision processes of the TPA and seeks to know their view on what is missing or it needs to change in these processes, including skills and preparation of the assessor. To carry out this investigation was used a qualitative approach, in which was used a semi-structured interview of fourteen teachers, in order to – six assessors and eight assessed teachers. The collected data were then subjected to content analysis. The study made it possible to conclude that the participating teachers agree with the existence of TPA, however, they consider that the one held in the Autonomous Region of the Azores has controversial issues which affect its goals (only one assessed teacher affirms to agree with it). Although they acknowledge its educational functions, in their speech it is frequently mentioned the use of the TPA to measure, certificate and select. Those who were interviewed recognize that in general the relationship between assessors and assessed teachers are positive, but the TPA has created some conflicts at school and its influence in their own professional development is limited. Assessors and assessed teachers both agree that the expert responsible for the TPA must be mostly scientific and technical skills and interpersonal skills. They also agree with regard to the idea that the TPA should have annual character for all teachers. As for the differences between assessors and assessed teachers, the first think that came to know about TPA mainly through official procedures (legislation and SREF) and the second by peers and school management services. In the daily practice, these are conflicting ideas about the teachers’ profile. While assessors are valuing a teachers’ ability to achieve good results and be objective, the assessed teachers hold that are mainly classified by evidence presented in the self-evaluation report and by the display of teaching materials in the lessons observed. They also disagree when half of the assessors support the idea that there should be more lessons observed without a self-evaluation report and half of the assessed teachers support the existence of a self-assessment report without lessons observed, standing out training and improvement concerns, which are not always achieved, as well as guarantees of greater consistency of assessments.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica (Ciências).
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/2005
Aparece nas colecções:DEDU - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoSusanaLeoniaGomesBrilhante2013.pdf2,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.