Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1987
Título: Avaliação de produção de milho doce para consumo em maçaroca em três datas de sementeira diferentes
Autor: Silva, Iolanda Ormonde da
Orientador: Gomes, Anabela Mancebo
Palavras-chave: Milho Doce
Produção Agrícola
Sementeira
Ears Yield
Sweet Corn
Data de Defesa: 26-Fev-2013
Citação: Silva, Iolanda Ormonde da – "Avaliação de produção de milho doce para consumo em maçaroca em três datas de sementeira diferentes". Angra do Heroísmo : Universidade dos Açores. 2013. XII, 57 p.. Dissertação de Mestrado.
Resumo: Este ensaio teve lugar numa quinta particular situada no local do Pesqueiro, na Freguesia de São Bartolomeu de Regatos, ilha Terceira. O local do ensaio situa-se a uma altitude de 52 m, exposição sudoeste, tendo como coordenadas 38º 39’ 00” Norte e 27º 13’ 40” Oeste. O milho doce escolhido foi o híbrido F1, designado por Challenger F1. Este híbrido é do tipo superdoce (endosperma sh2) e pode ser utilizado para consumo em fresco ou para a indústria. O ensaio consistiu em testar três datas de sementeiras diferentes (15 Março, 14 e 27 de Abril). Para a data de sementeira de 15 Março testaram-se também duas datas de colheita, 6 e 15 de Julho. Na altura da colheita, as plantas obtidas da sementeira de 15 de Março, eram mais baixas do que as plantas obtidas das sementeiras de 14 e 27 Abril (respetivamente menos 22 e 32 cm) e necessitaram mais dias para atingirem o estado ideal do grão. Contudo a menor altura das plantas não se refletiu num elevado decréscimo da produção de maçaroca. As produções obtidas por hectare, de maçarocas sem folhas e sem pedúnculos, nas três datas de sementeira testadas, com qualidade do grão semelhante, foram 11415, 9750 e 12250 kg maçaroca, para respetivamente as datas de sementeira de 15 Março, 14 e 27 de Abril. Para a data de sementeira de 15 de Março, atrasar a data de colheita de 6 para 15 de Julho, fez aumentar a produção de maçarocas (sem folhas) em 12 % e aumentou a qualidade dos grãos, que estavam ainda no estado leitoso mas mais perto do pastoso.
ABSTRACT: This trial took place in a farm located in Pesqueiro, S. Bartomeu de Regatos Village, Terceira Island. The experimental site was 52 m a.s.l. facing Sud-East, 38º 39’ 00” North e 27º 13’ 40” West. The chosen sweet corn hybrid was Challenger F1, of the super sweet type (endosperm sh2) and is suited for fresh consumption of the ears, freezing and canning. In this trial three dates of sowing were studied (15th of March, 14th and 27th of April). For the 15th of March sowing date, two dates of harvest were also studied, 6th and 15th of July. At harvest time, the corn plants seeded in the 15th of March were shorter than the corn plants seeded in the 14th and 27th of April (by respectively, 22 and 32 cm) and needed more days to attain the ideal grain maturity. However the lower plant height did not represent a high decrease of yield. The yields obtained per hectare, for the ears without husks, in the three dates tested were 11415, 9750 e 12250 kg, for respectively the 15th of March and the 14th and 27th of April. For the 15th of March seeded date, to delay harvest from the 9th to the 16th of July, increased the yield (ears without husks) by 12 % and increased grain tastiness, which were yet in the milky stage, however closer to dough stage.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Engenharia Agronómica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1987
Aparece nas colecções:DCA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoIolandaOrmondeSilva2013.pdf1,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.