Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1572
Título: Extinções, evolução e o impacto de Homo sapiens a partir do ano 1000 A.D.
Autor: Barreiros, João P.
Palavras-chave: Extinção de Espécies
Evolução
Homo sapiens
Hominidae
Impacto
Data: 2012
Editora: Instituto Açoriano de Cultura
Citação: Barreiros, João P. (2012). "Extinções, evolução e o impacto de Homo sapiens a partir do ano 1000 A.D.". «Atlântida : Revista de Cultura», 57: 1-16. ISSN 1645-6815.
Resumo: Hoje em dia, é pacificamente aceite pela generalidade da comunidade científica que a extinção de espécies é um fenómeno natural e que, segundo Flannery & Schouten (2002), pode ser vista como “(…) o destino de todas as espécies – tão inevitável como a vida e a morte”. A História da Vida na Terra está repleta de crises biológicas sendo a mais conhecida, mas não a que teve maior impacte na biodiversidade do Planeta, a provável colisão de um corpo celeste de grandes dimensões, há cerca de 65 milhões de anos (Ma) e que determinou a extinção de cerca de 42% das espécies vivas incluindo os famosos dinossauros. Todavia, na transição Triássico/Jurássico, há 206 Ma, extinguiram-se 45% das espécies (Palmer, 2000). [...]
Descrição: Copyright © 2012 Atlântida - Revista de Cultura.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1572
ISSN: 1645-6815
Aparece nas colecções:DCA - Artigos em Revistas Nacionais / Articles in National Journals

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
OS_ JP_Barreiros_02z.pdf1,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.