Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1483
Título: Revision of the hoverflies (Diptera: Syrphidae) from the Azores archipelago with notes on Macaronesian syrphid fauna
Outros títulos: Revisão dos sirfídeos (Diptera: Syrphidae) do arquipélago dos Açores, incluindo notas sobre a sirfidofauna macaronésica
Autor: Rojo, Santos
Isidro, P. M.
Perez-Bañón, M. C.
Marcos-García, M. A.
Palavras-chave: Syrphidae
Açores
Azores
Macaronésia
Macaronesian Archipelagos
Data: 1997
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. Ciências Biológicas e Marinhas = Life and Marine Sciences". ISSN 0873-4704. Nº 15A (1997): 65-82
Resumo: Neste trabalho apresenta-se uma revisão e actualização taxonómica das espécies da família Syrphidae (Diptera) conhecidas para os Açores. São também, apresentados dados sobre alimentação de larvas, preferências ambientais e período de voo. Num total de vinte e três espécies encontradas, a percentagem de endemismos foi de 9%. As espécies de sirfídeos mais comuns são Eristalis tenax, Eristalinus aeneus, Episyrphus balteatus, Eupeodes corollae, Sphaerophoria scripta e Xylota segnis. Quanto à biologia, a relação entre espécies predadoras e saprófagas é semelhante à do Mediterrâneo continental, contudo a proporção de fitófagas é bastante mais baixa. A influência do Paleártico é bastante mais importante nos Açores do que noutras ilhas Macaronésicas. De acordo com os dados, os quatro arquipélagos Macaronésicos apenas possuem três espécies em comum: Eristalis tenax, Eristalinus aeneus and Eupeodes corollae. Cabo-Verde, Canárias e Madeira possuem duas espécies em comum: Ischiodon aegyptius e Scaeva albomaculata. É também apresentada uma "check-list" de todos os sirfídeos da Macaronésia e uma chave de identificação para as espécies dos Açores.
ABSTRACT: A revision and taxonomic update of the Syrphidae species (Diptera) known in the Azores archipelago is provided. Data about larval feeding, environment preference and flight period are also given. The percentage of endemism is about 9% out of twenty three species. The most common hoverflies are Eristalis tenax, Eristalinus aeneus, Episyrphus balteatus, Eupeodes corollae, Sphaerophoria scripta and Xylota segnis. Regarding the larval biology, the rate of predacious and saprophagous species is similar to continental Mediterranean ecosystems although the proportion of phytophagous larvae is much lower. The Palaearctic influence is more important in the Azores than in other Macaronesian islands. According to our data, the four Macaronesian archipelagos have only three species in common: Eristalis tenax, Eristalinus aeneus and Eupeodes corollae. Cape Verde, the Canaries and Madeira have two species in common: Ischiodon aegyptius and Scaeva albomaculata. A check-list of all Macaronesian syrphids and an identification key for Azorean species are also included.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1483
ISSN: 0873-4704
Aparece nas colecções:ARQ - LMS - Número 15A

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
pp65_82_RojoSPMIsidro_15A.pdf3,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.