Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1337
Título: Fotobiologia de Discosoma sp. : efeito de diferentes regimes luminosos na actividade fotossintética dos seus dinoflagelados endosimbiontes Symbiodinium sp.
Autor: Ribau, Nuno André de Oliveira
Orientador: Calado, Ricardo Jorge Guerra
Serôdio, João António de Almeida
Palavras-chave: Algas Unicelulares
Anémona (Discosoma sp.)
Dinoflagelados (Symbiodinium sp.)
Fotobiologia
Fluorescência
Discosoma sp.
Fluorescence
Photobiology
Symbiodinium sp.
Data de Defesa: 28-Jul-2011
Citação: Ribau, Nuno André de Oliveira – “Fotobiologia de Discosoma sp. : efeito de diferentes regimes luminosos na actividade fotossintética dos seus dinoflagelados endosimbiontes Symbiodinium sp.”. Angra do Heroísmo : Universidade dos Açores. 2011. 66 f.. Dissertação de Mestrado.
Resumo: Este trabalho teórico/prático teve como objectivo avaliar aspectos fundamentais associados ao efeito de diferentes regimes luminosos na actividade fotossintética dos endosimbiontes presentes nos Discosoma sp. de pigmentação vermelha. Para tal, fez-se pesquisa bibliográfica e, no campo prático, acompanhámos estes indivíduos em tanques de vidro, ex-situ, durante um período de 90 dias após a sua recuperação e aclimatização. A parte prática do trabalho decorreu nas instalações do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro. As medições referentes à sua fotobiologia foram feitas recorrendo à utilização de um espectroradiómetro, para obtenção dos índices NDVI (0,054 a 0,073) através da análise espectral de reflectância e de um fluorómetro PAM, para medição do rendimento quântico potencial (Fv/Fm) da clorofila viva (0,159 a 0,280). O NDVI quantifica a clorofila com base na absorção da luz visual, enquanto a fluorescência da clorofila viva tem como base a excitação dos pigmentos fotossintéticos. Comparámos os tanques iluminados com luz do tipo LED, cor branca, azul + branca e azul. Dos resultados obtidos, podemos concluir que os indivíduos colocados no tanque do regime luminoso com LED de cor branca, proporcionaram um melhor desempenho fotossintético do endosimbionte no hospedeiro, enquanto os do regime cor azul + branca maior produção de fotossíntese dos endosimbiontes.
ABSTRACT: This theoretical/practical work aimed to assess key aspects associated with the effect of different light regimes on the photosynthetic activity of endosymbionts present in Discosoma sp..For that, research was carried out and at the practical level monitoring of these corals in glass tanks, ex-situ during 90 days after their recovery and acclimatization. The practical work took place in the buildings of the Centre for Environment Studies and the Sea (CESAM), Department of Biology, University of Aveiro. Measurements were made using a spectroradiometer to obtain NDVI (0.054 to 0.073) by reflectance spectral analysis and a PAM fluorometer to measure the potential quantum yield (Fv / Fm) of living chlorophyll (0.159 to 0.280). NDVI measures the chlorophyll basing on the absorption of visual light, whereas living chlorophyll fluorescence is based on the excitation of photosynthetic pigments. We compared the tanks lit by white, blue + white and blue LED. From the results obtained, we can conclude light regime with white LED provided a greater symbiotic activity between host and endosymbiont while the blue + white regime provided a greater yield of photosynthesis of the endosymbionts.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1337
Aparece nas colecções:DCA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoNunoAndréOliveiraRibaud2011.pdf1,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.