Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1298
Título: Olhares suíços sobre o Portugal de Salazar. 2 : as guerras (1936-1945)
Autor: Monico, Reto
Palavras-chave: Estado Novo
Guerra Civil de Espanha
Segunda Guerra Mundial
Spanish Civil War
World War II
Data: 2010
Editora: Universidade dos Açores
Citação: "ARQUIPÉLAGO. História". ISSN 0871-7664. 2ª série, vol. 14-15 (2010-2011): 143-174
Relatório da Série N.º: História. 2ª série;vol. 14-15
Resumo: Entre 1936 e 1945 quase todas as fontes consultadas, quer diplomáticas, quer jornalísticas, dão uma imagem positiva da política de Salazar, a qual defendem sem que praticamente sobre ela exerçam qualquer análise crítica. Durante a guerra civil espanhola, se excluirmos a imprensa comunista, que, no entanto, fala muito pouco de Portugal, os representantes suíços em Lisboa e os editorialistas dos principais quotidianos helvéticos justificam a atitude filofranquista do governo português. No que diz respeito à política externa portuguesa e à neutralidade durante a Segunda Guerra Mundial, as mesmas fontes, obnubiladas, sem dúvida, pelo mito da ditadura «branda e moderada» de Salazar, manifestam uma grande compreensão e simpatia pelas diferentes tomadas de posição do ditador português, por razões ideológicas, pelo facto de Portugal ser um pequeno país como a Suíça e também pelo papel de Portugal no abastecimento da Confederação durante o conflito.
ABSTRACT: Between 1936 and 1945, an overwhelming majority of the documents analyzed in this article give a very positive image of Salazar’s regime. During the Spanish civil war, with the exception of a very few left-leaning newspapers, the Swiss journalists and the diplomats in charge at the Swiss Legation in Lisbon defended and justified the support given to the nationalist cause in Spain by the Portuguese government. Concerning the Portuguese neutrality during the Second World War, the same sources adopted the Salazar’s point of view and analyzed his politics with a lot of sympathy and understanding. This was mainly for four reasons: they sympathized partially with the ideology of the Estado Novo; Portugal is a small country, like Switzerland; they were blinded by the myth of the so-called «soft» and «moderate» dictatorship of Salazar; and, finally, because Portugal was an important trade partner for the Confederation during the conflict.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1298
ISSN: 0871-7664
Aparece nas colecções:ARQ - Hist2s - Vol 14-15 (2010-2011)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Reto_Monico_p143-174_ARQhist14-15.pdf142,81 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.