Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1245
Título: Efeitos de um aficida sobre as potencialidades biológicas de dois predadores afidífagos : Cheilomenes sulphurea (Olivier) e Semiadalia undecimnotata Schneider (Coleoptera, Coccinellidae)
Autor: Garcia, Vasco
Orientador: Girardie, Adrien
Palavras-chave: Afídeos
Ecologia Animal
Luta Biológica
Joaninha
Semiadalia undecimnotata Schneider
Data de Defesa: 1979
Resumo: Este trabalho teve como objectivo determinar uma metodologia de avaliação dos efeitos de certos pesticidas específicos utilizados em luta integrada sobre os predadores afidífagos da família Coccinellidae. A escolha dos predadores obedeceu a critérios de evolução morfológica, biológica e ecológica. Os métodos, as técnicas e o material foram escolhidos com a finalidade de evidenciar os efeitos não letais de um aficida (o pirimicarbe), abrindo assim perspectivas para o melhor aumento das qualidades dos pesticidas específicos e das técnicas de luta biológica e luta integrada. Um dos métodos de avaliação dos efeitos do pirimicarbe incidiu sobre a voracidade larval de Cheilomenes sulphurea (OLIVIER) e outro sobre o consumo alimentar das larvas do último estado de Semiadalia undecimnotata SCHNEIDER. Verificou-se que a voracidade larval de Ch. sulphurea foi menor em todos os estados larvares, após o tratamento com o aficida. Constatou-se que em Semiadalia undecimnotata, os efeitos do pesticida se traduziram por: uma diminuição do consumo alimentar; uma diminuição do aumento do peso larvar; uma diminuição do rendimento alimentar; um prolongamento da duração do último estado larvar e da fase alimentar por mais doze horas. Os efeitos metabólicos estudados pelo método respirométrico, provaram que o pirimicarbe causou um aumento muito sensível do O2 consumido e uma queda seguida de uma subida no CO2 expirado. Os valores do QR nas larvas tratadas foram assim; primeiro inferiores a 1 (utilização das reservas glucídicas) e depois superiores a 1 (acumulação de glúcidos). O método cardiométrico mostrou que o pirimicarbe reduz a actividade cardíaca das pupas nas 24 horas após o tratamento, havendo depois uma recuperação (48 horas após o tratamento, os ritmos cardíacos estavam equilibrados). Na postura, as consequências mais importantes revelaram-se nas médias dos ovos postos. Estas eram inferiores nas testemunhas durante pelo menos 3 semanas. Na distribuição de frequências das posturas, as de alta gama (entre os 40 e 60 ovos) eram sempre reduzidas nos insectos tratados. Passado este período de efeito do aficida notou-se um fenómeno de recuperação e as posturas dos insectos tratados excediam as testemunhas. A mortalidade foi sempre pouco importante, excepto nos primeiros estados larvares (quase 50% em Cheilomenes sulphurea). Estas técnicas permitiram a avaliação qualitativa e quantitativa dos efeitos do pirimicarbe e evidenciaram que os Coccinelídeos possuem um mecanismo de desintoxicação ou de eliminação dos efeitos do pesticida rápido e activo.
Descrição: Tese de Doutoramento em Ciências (Ecologia Animal). Primeira Tese de Doutoramento apresentada no Instituto Universitário dos Açores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1245
Aparece nas colecções:DBIO - Teses de Doutoramento / Doctoral Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TeseDoutoramentoVascoMVSGarcia1979.pdf45,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.