Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/117
Título: Processos associados ao desenvolvimento de erupções vulcânicas hidromagmáticas explosivas na ilha do Faial e sua interpretação numa perspectiva de avaliação do hazard e minimização do risco
Autor: Pacheco, José
Palavras-chave: Arquipélago dos Açores
Ilha do Faial
Vulcão dos Capelinhos
Vulcanologia
Azores Archipelago
Island of Faial
Capelinhos Volcano
Volcanology
Data de Defesa: 19-Abr-2002
Resumo: As erupções hidromagmáticas envolvem a interacção directa entre o magma e uma fonte de água externa, que poderá ser um corpo superficial ou um aquífero, facto que se reflecte na transferência da energia térmica do magma para energia mecânica da mistura de fluido e piroclastos. A eficiência do processo determina o subsequente desenvolvimento do fenómeno, potenciando uma maior fragmentação e consequentemente a produção de depósitos vulcânicos com características particulares. O contexto em que se insere a actividade vulcânica no arquipélago dos Açores é, naturalmente, favorável à ocorrência de erupções hidromagmáticas. A erupção do Vulcão dos Capelinhos (1957/58), junto à costa NW da ilha do Faial, constitui um marco na história da vulcanologia enquanto Ciência e o seu impacto está ainda bem vivo na memória dos açorianos. As erupções históricas que tiveram lugar em 1630, no Vulcão das Furnas da ilha de S. Miguel, e em 1998/2001 na zona da Serreta, ao largo da costa W da ilha Terceira, ilustram, por seu turno, o comum desenvolvimento de eventos deste tipo no interior de caldeiras ou no mar, ao largo das ilhas. A história eruptiva do arquipélago dos Açores está, de facto, marcada por uma intensa actividade hidromagmática, tornando-se, pois, evidente, o interesse que o estudo de fenómenos deste tipo comporta no que concerne à definição do hazard e à mitigação do risco vulcânico na região. Com o presente trabalho pretende-se contribuir para a caracterização vulcanológica da ilha do Faial, para a compreensão da importância do hidrovulcanismo na sua história eruptiva e para a avaliação do hazard (perigo) associado. No primeiro capítulo resumem-se os mecanismos de fragmentação envolvidos nos processos piroclásticos, em particular os relacionados com a fragmentação hidrovulcânica, e apresenta-se uma sistematização desses conceitos com base numa terminologia em língua portuguesa, adoptada no presente trabalho. O segundo capítulo incide sobre as formas e estruturas vulcano-tectónicas da ilha do Faial, abordando-se resumidamente seu o enquadramento geográfico e geológico. No que respeita às formas vulcânicas, efectuou-se a análise geomorfológica das diversas formas identificadas na ilha, nomeadamente: vulcões centrais, cones de escórias e formas hidrovulcânicas. O terceiro capítulo é dedicado à vulcanoestratigrafia da ilha do Faial. Neste campo procedeu-se a uma análise das escalas vulcanoestratigráficas publicadas até à data, propondo-se uma redefinição das unidades estratigráficas baseada em critérios genéticos. Ainda neste domínio, apresenta-se uma nova estratigrafia fina dos depósitos resultantes da actividade vulcânica dos últimos 16 000 anos com origem no edifício central do Faial, descrevendo-se detalhadamente todos os depósitos identificados. A história eruptiva dos diversos sistemas vulcânicos do Faial é analisada no quarto capítulo, onde se apresenta a sequência da edificação da ilha. A distribuição espacial dos depósitos da actividade recente e respectivas estruturas internas são apresentadas e discutidas tendo em vista a interpretação dos mecanismos de génese transporte e deposição envolvidos na sua formação. No quinto capítulo procede-se à caracterização do ambiente e das condições em que se produziram outras erupções hidrovulcânicas nos Açores, de características distintas das que constituem o registo eruptivo do Faial, nomeadamente, a erupção que originou o depósito Furnas-C (Vulcão das Furnas, S. Miguel) e a erupção submarina do Vulcão da Serreta. Com esta abordagem estende-se a análise dos processos hidrovulcânicos a outros estilos passíveis de ocorrerem no actual enquadramento da ilha. A integração dos parâmetros eruptivos determinados para as erupções recentes do Faial e para algumas outras erupções hidromagmáticas dos Açores constitui a base para a modelação de erupções, tendo em vista a avaliação do perigo e risco associados a estas manifestações na ilha do Faial. No sexto capítulo apresenta-se tal análise, fundamentada na discussão de casos seleccionados de sequências eruptivas globalmente representativas da actividade vulcânica hidromagmática observada.
Descrição: Tese de Doutoramento em Geologia, especialidade de Vulcanologia
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/117
Aparece nas colecções:DG - Teses de Doutoramento / Doctoral Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Pacheco - PhD thesis.pdf31,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.