Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.3/1128
Título: Família e escola na re/conquista dos valores
Autor: Pimentel, Maria da Piedade de Jesus Correia Araújo da Mota
Orientador: Miúdo, Berta Pimentel
Palavras-chave: Escola
Ética
Família
Sociedade
Valor
Data de Defesa: 21-Jul-2010
Resumo: […]. A falta de entendimento entre os homens, associada ao individualismo em que vivemos, e as consequências que daí advêm estão intimamente ligadas com o mundo dos Valores, pelo que o nosso trabalho se intitula “Família e Escola na Re/Conquista dos Valores”. Os dois elementos chave para educar e transmitir valores são a Família e a Escola, logo é imperioso abordar a forma de actuação de cada um e o modo como poderão desempenhar o seu papel e dar um contributo sério para a reconfiguração do mundo. A escolha entre o termo conquista ou reconquista tornou-se difícil ou quase impossível, pelo que se optou pela combinação dos dois vocábulos. Da mesma forma que as novas formas de vida e o individualismo a que fomos votados contribuíram para o desprezo de alguns valores, também o progresso científico fez surgir a necessidade de inventar novos valores. No primeiro caso, podemos referir o egoísmo que se tem apoderado da humanidade, sendo necessário ressuscitar os valores que tais comportamentos têm posto em causa, isto é, é inevitável reconquistar valores. No segundo caso estamos a referir-nos a todos os valores relacionados com o possível uso abusivo do conhecimento científico, nomeadamente a manipulação genética, que poderá pôr em perigo a humanidade. Nesta situação está em causa a conquista desses valores, muitos dos quais já se encontram expressos em documentos próprios que oportunamente serão analisados ao longo do presente trabalho. Numa outra perspectiva a escolha entre conquista ou reconquista suscitou igualmente falta de consenso. É que ao falarmos de conquista parece que estamos a conquistar algo que não temos, todavia não podemos de forma nenhuma dizer que estamos completamente desprovidos de valores, pois como veremos, se há valores que têm caído no esquecimento ou desuso, outros há que se mantêm firmes. Não se pode afirmar que a sociedade se demitiu por completo das suas funções mais nobres, como o apoio ao próximo ou o combate à violência. […].
Descrição: Dissertação de Mestrado em Filosofia Contemporânea - Valores e Sociedade.
URI: http://hdl.handle.net/10400.3/1128
Aparece nas colecções:DHFA - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertMestradoMariaPiedadeJCAMotaPimentel2010.pdf1,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.